Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Tomar Levotiroxina com leite de vaca interfere na sua absorção do medicamento?
cartelas de medicamentos

Tomar Levotiroxina com leite de vaca interfere na sua absorção do medicamento?

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

De acordo com um recente estudo, apresentado no congresso da ENDO Society, tomar o comprimido de Levotiroxina com um copo de leite de vaca diminui significativamente a absorção da medicação.

Esses achados são consistentes com outras publicações que estabeleciam relação entre absorção de Levotiroxina e suplementação de cálcio, logo os pacientes não receberão a dose de hormônio tireoidiano prescrita. Esse estudo então provou a relação entre leite de vaca, que contem cálcio, e absorção da droga.

O melhor bulário do mercado você encontra no Whitebook. Clique e baixe aqui!

10 participantes (6 homens e 4 mulheres – não grávidas) com media de 33 anos, sem doença tireoidiana, sem alergia a leite e que não usavam nenhuma outra medicação foram estudados.

Foram medidos os níveis de T4 livre antes e depois (1h, 2h, 4h e 6h) da tomada do remédio (1000 mcg de Levotiroxina genérica) com ou sem a ingestão de 350 ml de leite semidesnatado. Os teste foram realizados com 1 mês de intervalo e os pacientes estavam sempre em jejum desde a noite anterior.

Os valores de T4 livre então foram analisados de maneira estatística e evidenciou-se que há uma redução de 10% dos níveis do hormônio no sangue daqueles pacientes que beberam leite de vaca quando comparados aos outros.

Mais do autor: ‘Obesidade deve ser considerada “doença”?’

Esses achados são consistentes e coerentes com a prática clínica atual e com todas as recomendações de todas as sociedades de endocrinologia vigentes, que preconizam 30 a 60 minutos de jejum após a tomada da medicação sempre com um jejum prévio de 2 horas.

Autor:

Referência:

Um comentário

  1. Avatar
    Fabiusa Rodrigues

    Olá, 1000 mcg de levotiroxina!!!! Que dosagem é essa? A dose é baseado no peso ou se o paciente é criança, neonato, ou se é um idoso…. E a dose inicial é de 2 mcg por kg em um adulto!!!! Tem um estudo que explica muito bem isso…

    Queria entender melhor esta dose de 1000 mcg, pois acredito que esta dose levará a uma arritimia e ocasionará um infarto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.