Leia mais:
Leia mais:
Guia Prático: Construção da Carreira [Mês da Enfermagem]
Doação de leite humano é impactada negativamente pela Covid-19, segundo estudo
Quantos banhos por dia uma criança com dermatite atópica deve tomar?
Trabalho e assédio moral: você sabe identificar?
Bloco de Enfermagem do Trabalho chega ao Nursebook! [Blog do Nurse]

Trajetória do enfermeiro depois da faculdade — Mês da Enfermagem

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A enfermagem vem ganhando espaço na sociedade e se destacando pelo forte poder de mobilização das pessoas, dos serviços e do mundo. O enfermeiro apresenta um papel insubstituível e representa uma das figuras mais importantes na saúde pública, atuando na promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento e reabilitação de indivíduos.

A prática do enfermeiro, seja ela assistencial ou gerencial, está ancorada à ciência e a partir disso, permite tratar os pacientes de forma holística, humanizada, respeitando as individualidades do ser humano e enxergando-o como um todo. O enfermeiro é capaz de gerenciar ações de cuidado e serviços em saúde e qualificar todos os processos em que está envolvido.

Leia também: O que faz um enfermeiro esteta: um panorama da profissão no Brasil

Esse profissional é respaldado por lei, na resolução do COFEN 311/2007, que envolve o exercício da sua profissão e a realização da consulta de enfermagem, solicitação de exames e prescrição de medicações, conforme protocolos institucionais. Com isso, o enfermeiro tem se tornado protagonista da sua própria história e ganhado reconhecimento nos serviços de saúde e na sociedade.

Trajetória do enfermeiro depois da faculdade — Mês da Enfermagem

Me formei em enfermagem, quais as possibilidades de atuação?

Muitas são as dúvidas relacionadas ao que fazer após a conclusão da graduação em enfermagem e é natural que incertezas, medos e anseios estejam presentes, assim como todos os sonhos de trilhar uma jornada de sucesso.

Para isso, além das disciplinas teórico-práticas, é importante que durante a graduação o futuro enfermeiro participe de estágios extracurriculares, pesquisas, extensão, atividades de ensino, palestras, apresentações de trabalho, organize eventos acadêmicos, participe de simpósios, congressos e outros eventos científicos e alimente de forma ativa o seu currículo, seja ele Vitae, Lattes ou Linkedin.

Ao se formar, o profissional pode ser múltiplo, pode dosar a assistência e a gerência e ter infinitas possibilidades para atuação, podendo ser enfermeiro assistencial, enfermeiro gestor, enfermeiro residente em saúde, enfermeiro discente (mestrado, doutorado e pós-graduações), enfermeiro docente, enfermeiro pesquisador, prestador de consultorias, serviços especializados, empreendedor e proprietário de clínicas de saúde.

Para que isso aconteça, é necessário todo um preparo já mencionado, assim como a prestação de entrevistas, provas e comprovação de currículo e documentos de atividades realizadas.

Ao finalizar a graduação, para adquirir experiência na área desejada, oportunidade de aprendizado, maiores oportunidades de trabalho no futuro, além da obtenção de um título, o recém-formado pode buscar uma residência em enfermagem. A residência é um curso de pós-graduação na modalidade lato sensu sob a forma de treinamento em serviço, com sua parte assistencial desenvolvida em hospitais do SUS ou da rede privada. Possui duração de dois anos, com uma carga horária de 60 horas semanais, somando 5.760 horas de curso, sendo 80% das horas para atividades práticas e 20% para teóricas. É financiada pelo Ministério da Saúde e o Ministério da Educação e o residente recebe uma bolsa mensal no valor de R$ 4.106,09, não sendo possível desempenhar outras atividades remuneradas no mesmo período. Para ingressar na residência, o profissional deve participar de um processo seletivo de acordo com cada instituição, usualmente com as seguintes etapas: provas de conhecimento geral e específico, análise de currículo, entrevista e prova prática. Para obtenção do certificado de conclusão é necessário, além de outros critérios, a apresentação do Trabalho de Conclusão da Residência.

Saiba mais: Quiz: Você sabe qual o papel da enfermagem do trabalho nas organizações?

Com o objetivo de ampliar ainda mais o conhecimento sobre um tema de interesse acadêmico ou na formação para o campo de atuação profissional e ganhar competências específicas, o mestrado e o doutorado são cursos de pós graduação na modalidade stricto sensu. O mestrado tem a duração de dois anos e com a elaboração de uma dissertação, com considerações e análises sobre um tema. Já o doutorado, possui a duração de quatro anos e a elaboração de uma tese, no qual o profissional precisa apresentar um ineditismo na temática a ser trabalhada. O processo de seleção se dá geralmente através de provas de conhecimentos e de proficiência em um idioma estrangeiro, entrevista e apresentação do projeto de pesquisa. O candidato também precisa participar de um grupo de pesquisa vinculado à uma instituição de ensino e de um professor orientador. A pós graduação stricto sensu está vinculada à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, (CAPES) e ao Ministério da Educação. São concedidas bolsas a esses cursos de instituições que alcancem conceito igual ou superior a 3 (de um total de 5, para o mestrado e de 7 para o doutorado) e com regras para obtenção.

Conheça um pouco da trajetória de dois conteudistas do Nursebook, Paulo Fuculo Junior e Camila Tenuto:

O Paulo é formado em enfermagem pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), local onde desenvolveu atividades de bolsista e estágios extracurriculares. Ao se formar atuou como enfermeiro assistencial em um hospital filantrópico de Santa Catarina e interrompeu as atividades para cursar o mestrado acadêmico em enfermagem na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde concluiu e atualmente está no segundo ano do doutorado, atuando como pesquisador. Paralelamente a essas atividades, iniciou suas atividades docentes, primeiramente para o curso técnico de enfermagem e hoje, para a graduação em enfermagem. Ainda, trabalha como enfermeiro assistencial em um hospital privado, é conteudista do Nursebook e enfermeiro empreendedor, com clínica de prevenção e tratamento de lesões.

A Camila é graduada em enfermagem e em licenciatura pela Universidade Federal Fluminense, onde foi monitora da disciplina de Saúde da Mulher por um ano. Ao se formar, fez um curso preparatório para a residência de enfermagem em terapia intensiva neonatal. Após os 2 anos de residência, foi contratada pela instituição e permaneceu até 2017, quando foi nomeada em um concurso público. Atua hoje como enfermeira rotina de uma unidade de terapia de um hospital universitário no Rio de Janeiro, é coordenadora do programa de residência de enfermagem em terapia intensiva deste mesmo hospital, está finalizando o mestrado profissional em ensino na saúde na Universidade Federal Fluminense e é conteudista do Nursebook.

Autores(as):

Camila Tenuto:
Enfermeira (EEAAC/UFF) • Especialista em Terapia Intensiva Neonatal (IFF/FIOCRUZ) • Especialista em Terapia Intensiva (UNYLEYA) • Discente do Mestrado Profissional em Ensino na Saúde (EEAAC/UFF) • Enfermeira rotina do CTI Geral (HUPE/UERJ).

Paulo Fuculo:
Enfermeiro pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Mestre em enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Aluno do curso de doutorado da UFSC e do curso de especialização em enfermagem dermatológica (UniBF). Membro efetivo do Laboratório de Pesquisas e Tecnologias em Enfermagem e Saúde à Pessoas em Condição Crônica (NUCRON/UFSC) e do Grupo  de Extensão Enfermagem Dermatológica em Condições Crônicas de Saúde (EDCCS). Vice-diretor da Regional SC da Sociedade Brasileira de Enfermagem em Feridas e Estética (SOBENFeF).

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN 311/2007. Aprova a Reformulação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Rio de Janeiro: COFEN;2007. # Moraes Filho IM, Carvalho Filha FSS, Viana LMM. O que é ser enfermeiro?. Revista de Iniciação Científica e Extensão. 2019;2(2):69–70.Disponível em: https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/148. Acesso em: 6 abr. 2022.
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.