Tuberculose: qual é a sua relevância para a pediatria?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Em 24 de março de 1882, o Dr. Robert Koch anunciou que havia descoberto a bactéria causadora da tuberculose (TB), o que abriu caminho para o diagnóstico e a cura dessa doença. O Dia Mundial da Tuberculose é celebrado anualmente nessa data, com o objetivo de aumentar a conscientização pública sobre as consequências devastadoras da TB para a saúde, economia e para a sociedade, intensificando os esforços contra a epidemia global da doença.

tuberculose e sua importância na pediatria

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Os números da tuberculose

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que a tuberculose é uma das dez principais causas de morte em todo o mundo e a principal causa de morte por um único agente infeccioso. Dos 7,1 milhões de pessoas com novo episódio de tuberculose diagnosticadas e notificadas em 2019, 58% eram homens, 34% eram mulheres e 8% eram crianças. No mundo todo, cerca de meio milhão de crianças foram diagnosticadas e notificadas em 2018 e 2019.

No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde/DATASUS, do total de 95.498 novos casos de tuberculose diagnosticados no ano de 2019, 8.005 (8,3%) acometeram crianças e adolescentes, com menos de 19 anos de idade.

De acordo com o relatório anual de 2020 da OMS, a estimativa da carga da tuberculose em crianças permanece particularmente desafiadora, devido à qualidade inconsistente dos dados de notificação em pediatria, principalmente em países com elevada prevalência da doença. Os casos entre crianças são frequentemente notificados com base em critérios diagnósticos e investigações inconsistentes para a tuberculose infantil, levando a casos de supernotificação. Outros casos podem ser diagnosticados em hospitais pediátricos e não notificados às autoridades de saúde pública, levando à subnotificação. Por fim, outros casos podem não ser diagnosticados.

Leia também: Estudo busca opções de tratamento de menor duração contra tuberculose

Ainda de acordo com a OMS, a escassez de dados de pesquisas de base populacional em todo um país resulta em grande incerteza quando a incidência de tuberculose é desagregada por faixa etária. Isso limita consideravelmente sua utilidade para atividades relacionadas ao planejamento e avaliação de programas de prevenção. Para a OMS, maior prioridade deve ser dada à qualidade dos dados de notificação de tuberculose infantil, bem como à consistência das definições de caso e cobertura da notificação

Atualmente, três categorias principais de intervenções de saúde estão disponíveis para a prevenção da TB:

  • Tratamento preventivo de TB;
  • prevenção da transmissão de Mycobacterium tuberculosis através de prevenção e controle de infecções; 
  • vacinação de crianças com a vacina do bacilo CalmetteGuérin (BCG)2

Imunização para crianças

A vacina BCG continua sendo a única vacina licenciada contra tuberculose; ele fornece proteção moderada contra formas graves (meningite tuberculosa e TB miliar) em bebês e crianças pequenas. A OMS recomenda que, em países com alta carga de TB, uma única dose da vacina BCG seja fornecida a todos os bebês assim que possível após o nascimento, como parte dos programas de imunização infantil. Em países com baixas taxas de incidência de TB, o fornecimento da vacina BCG pode ser limitado a neonatos e bebês em grupos de alto risco reconhecidos ou a crianças mais velhas com teste cutâneo negativo para infecção por TB2. No Brasil, a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) esclarece que a vacina é indicada de rotina a partir do nascimento até antes de a criança completar cinco anos de idade.

Baixe agora: Dia Mundial de Combate à Tuberculose [ebook]

Tuberculose e Covid-19 em pediatria

Um ano após o início da pandemia de Covid-19, a Stop TB Partnership compartilhou, em 18 de março de 2021, novos dados que mostram que nove dos países com a maioria dos casos de TB (Bangladesh, Índia, Indonésia, Mianmar, Paquistão, Filipinas, África do Sul, Tajiquistão e Ucrânia, representando 60% do fardo global da doença) viram um drástico declínio no diagnóstico e tratamento de infecções por TB em 2020, variando de 16 a 41% (com uma média de 23%). A queda trouxe o número total de pessoas diagnosticadas e tratadas para TB nesses países para os níveis de 2008, um retrocesso de 12 anos

O tema do Dia Mundial da Tuberculose de 2021 foi ‘The Clock is Ticking’ que, em português, significa “o tempo está passando” e transmite a sensação de que o mundo está ficando sem tempo para cumprir os compromissos de erradicar a TB feitos por líderes globais. Isso é especialmente crítico no contexto da pandemia de Covid-19, que colocou o progresso dos esforços para o controle da tuberculose em risco

Em uma reportagem publicada no site da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a presidente do Departamento Científico de Pneumologia, dra. Maria de Fátima Bazhuni Pombo Sant’Anna, corroborou a recomendação pela busca por diagnóstico, acompanhamento e tratamento da TB na população pediátrica. Para ela, é crucial que o entendimento de que os casos de tuberculose não estacionaram devido a Covid-19 e que, nos primeiros meses da pandemia, houve uma redução brusca na procura por postos de saúde e, consequentemente, nos diagnósticos. 

Autor:

Referências bibliográficas:

 

 

 

 

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar