Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Coronavírus / Uso de máscaras de tecido no combate à Covid-19 é uma estratégia eficaz?
mãos de costureira fazendo máscara caseira em máquina de costura para Covid-19

Uso de máscaras de tecido no combate à Covid-19 é uma estratégia eficaz?

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Desde que a doença respiratória causada pelo SARS-CoV-2, a Covid-19, surgiu, profissionais de saúde e a população em geral preocupam-se diariamente em como evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Medidas como distanciamento social, higienização das mãos, evitar contato com pessoas portadoras de sintomas respiratórios, são medidas universalmente aceitas.

Entretanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, na última semana consideraram rever dois pontos polêmicos das medidas de controle do avanço do novo coronavírus: o uso de máscaras para toda a população e a recomendação para o uso de máscaras de tecido. Mas por que essa mudança?

Leia também: Como realizar atendimento domiciliar durante a pandemia de coronavírus?

Para explicar essa mudança do posicionamento é importante ressaltar que um estudo publicado pelo periódico Science, cujos resultados mostraram que cerca de 2/3 das transmissões do novo coronavírus é realizada por portadores assintomático. Acredita-se que o uso da máscara cirúrgica para a população saudável, impediria que esses portadores assintomáticos disseminassem o vírus.

Quanto ao uso de máscaras de tecido, elas não protegem o usuário, entretanto possuem uma função de barreira mecânica, impedindo que ele dissemine aerossóis no ambiente e eventualmente transmita o vírus, caso seja um portador assintomático.

Baixe o Nursebook e tenha acesso às principais condutas em enfermagem! O aplicativo está liberado gratuitamente durante a pandemia!

Autor:

Referência bibliográfica:

  • Brasil. Ministério da Saúde. Protocolo de tratamento do novo coronavírus (2019-nCoV). Secretaria de Atenção Especializada à Saúde. Brasília. 2020.
  • Li R, Pei S, Chen B et al. Substantial undocumented infection facilitates the rapid dissemination of novel coronavirus (SARS-CoV2). Science  16 Mar 2020.

Um comentário

  1. Avatar
    Namir Campos

    Excelente artigo.Muito esclarecedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.