Página Principal > Cardiologia > Valvopatia: nova diretriz indica melhor tratamento
anatomia do torax mostrando os orgaos

Valvopatia: nova diretriz indica melhor tratamento

Tempo de leitura: 1 minutos.

A doença valvar representa uma significativa parcela das internações por doença cardiovascular no Brasil. Para o tratamento do paciente com valvopatia, a American Heart Association e o American College of Cardiology publicaram recentemente uma atualização para suas diretrizes de 2014.

Entre as principais mudanças, estão:

=> A profilaxia antibiótica para alguns procedimentos dentários é razoável em pacientes de alto risco, como aqueles com válvulas cardíacas protéticas ou outro material de reparo de prótese valvar.

=> A anticoagulação é recomendada em pacientes com fibrilação atrial + uma pontuação de 2 ou mais no escore CHA2DS2-VASc e que têm valvulopatia aórtica, doença valvar tricúspide ou regurgitação mitral (e um antagonista da vitamina K especificamente para pacientes com estenose mitral reumática).

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

=> O implante percutâneo transvalvar aórtico (TAVI) é uma alternativa razoável à cirurgia em pacientes sintomáticos com estenose aórtica grave e risco cirúrgico intermediário.

=> Pacientes com idades entre 50 e 70 anos podem optar pela prótese valvar mecânica ou bioprostética, após uma discussão sobre os riscos e benefícios de cada um.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.