Pebmed

Cadastre-se grátis
Home / Clínica Médica / Vantagens dos testes laboratoriais remotos

Vantagens dos testes laboratoriais remotos

Tempo de leitura: 2 minutos.

Para atender satisfatoriamente a necessidade do fornecimento rápido e confiável de resultados de exames laboratoriais, foram desenvolvidos aparelhos compactos, em grande parte portáteis, precisos, de operação simples e intuitiva, para serem utilizados fora do ambiente do Laboratório Clínico central. Os testes laboratoriais remotos (TLR), também chamados de testes à beira do leito, testes descentralizados ou, em inglês, point-of-care testing (POCT) possuem grande aplicabilidade clínica, usados para triagem, diagnóstico, tratamento e monitorização terapêutica de doenças.

Podem ser encontrados em diversos setores de um hospital (unidades de terapia intensiva, emergência, centros cirúrgicos), bem como consultórios médicos, farmácias e, até mesmo, na casa de pacientes, como no caso dos monitores de glicemia. Uma ampla variedade de testes laboratoriais remotos estão disponíveis comercialmente, incluindo testes para determinação do hematócrito, hemoglobina, HbA1c, glicose, CK-MB, troponina, beta-HCG, gases sanguíneos, eletrólitos, perfil lipídico, hepatograma, ureia, creatinina, drogas de abuso, coagulograma, doenças infecciosas, dentre outros.

Para a sua implementação adequada são necessários diversos cuidados, a fim de garantir a confiança de seus resultados. O Laboratório Clínico deve estar envolvido em todas as etapas do processo, já que será o responsável pela validação, acompanhamento dos resultados e verificação do desempenho. A validação dos testes deve incluir, dentre outros aspectos, o estudo de interferentes, a diferença de concentração de determinados analitos nos diversos tipos de amostras biológicas (soro, plasma, sangue capilar, sangue total) utilizadas, conhecimento da sensibilidade e especificidade analítica, precisão e exatidão do TLR.

Leia Mais: Conheça as três fases dos exames laboratoriais

Por serem operados por profissionais com pouca ou nenhuma experiência/formação laboratorial, são necessários programas de treinamento contínuo, que abordem conceitos laboratoriais (inspeção, manutenção, controle interno e externo da qualidade, acreditação, informática laboratorial, etc). Além disso, precisa da rigorosa descrição e padronização de todos os procedimentos operacionais. Toda essa atenção se faz necessária, na medida em que os resultados dos TRL’s devem ser comparáveis e estar em conformidade com os do Laboratório central.

Sua utilização de forma adequada, pode trazer grandes vantagens para o paciente, corpo clínico e instituição de saúde, como por exemplo:

  • Tempo menor de liberação do resultado;
  • Melhora da condução clínica do paciente;
  • Maior da satisfação do paciente;
  • Menor tempo de cirurgia;
  • Redução da morbimortalidade;
  • Melhora da relação e comunicação entre o Laboratório e os outros setores;
  • Volumes menores de amostra;
  • Redução de erros pré e pós-analíticos;
  • Maior autonomia da equipe;
  • Melhora da reputação da instituição.

Com a evolução da tecnologia e o crescente aumento da utilização dos TLR´s, cabe a todos os profissionais de saúde se adaptarem a essa realidade, tendo em mente a importância do conhecimento de aspectos básicos laboratoriais e da criteriosa operação dos instrumentos, contribuindo para a liberação de exames precisos, levando a diagnósticos corretos e condutas adequadas.

Autor: 

Referências:

  • CLSI (Clinical and Laboratory Standards Institute). Essential tools for implementation and management of a point-of-care testing program. CLSI document POCT04. Wayne: CLSI; 2016.
  • Jacobs DS, DeMott WR, Oxley DK, eds. Jacobs & DeMott Laboratory Test Handbook With Key Word Index. 5th ed. Hudson, OH: Lexi-Comp Inc; 2001.
  • SBPC/ML. Recomendações da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML): fatores pré-analíticos e interferentes em ensaios laboratoriais. 1.ed. Barueri: Manole, 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.