Vitamina D e Covid-19: quais as novas evidências?

Durante a pandemia, pesquisadores se questionaram se há alguma relação entre a gravidade da Covid-19 e os níveis séricos de vitamina D.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Vitamina D é uma das mais amadas das vitaminas, sendo alvo de diversos estudos e um dos temas mais acessados do nosso Portal PEBMED. Esta vitamina e seus metabólitos têm um papel clínico importante devido à sua inter-relação com a homeostase do cálcio e o metabolismo ósseo, sendo também citada como agente capaz de trazer resultados positivos em condições relacionadas a imunidade e infecções de vias respiratórias.

Durante a pandemia, pesquisadores se questionaram se haveria alguma relação entre a gravidade da Covid-19 e os níveis séricos de vitamina D (25OHD) em pacientes hospitalizados. O estudo foi publicado no The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism (JCEM) e traremos os principais pontos nesta publicação.

cápsulas de vitamina D e relação com a Covid-19

Vitamina D e Covid-19

Trata-se de um estudo caso-controle retrospectivo com 413 pacientes (216 pacientes com Covid-19 e 197 controles populacionais). Foram medidos os níveis séricos de 25OHD e avaliada a gravidade de Covid-19 em cada participante.

Resultados e reflexões sobre o estudo

No grupo de pacientes com Covid-19, os níveis médios de 25OHD foram de 13,8 ± 7,2 ng/mL, em comparação com 20,9 ± 7,4 ng/mL nos controles (p <0,0001). A deficiência de vitamina D foi encontrada em 82,2% dos casos de infecção pelo SARS-CoV-2 e 47,2% de controles de base populacional (p <0,0001).

Pacientes com deficiência de vitamina D e Covid-19 tiveram uma maior prevalência de hipertensão e doenças cardiovasculares, níveis séricos elevados de ferritina e troponina, bem como um tempo de internação mais longo do que aqueles com níveis séricos de 25OHD ≥ 20 ng/mL. Nenhuma relação causal foi encontrada entre a deficiência de vitamina D e a gravidade Covid-19.

Cabe ressaltar que esses dados devem ser avaliados com cautela, já que o comportamento da vitamina D em estados inflamatórios costuma levantar algumas polêmicas: alguns defendem a hipótese de que a inflamação reduz a concentração de 25 (OH) D, enquanto outros acreditam que o aumento do nível de vitamina D reduz a inflamação.

Neste estudo, vimos que os pacientes com Covid-19, tiveram uma alta prevalência de deficiência de vitamina D, negativamente correlacionados com ferritina e dímero-D (que aumentam em estados inflamatórios). Porém, não fica clara a relação real da deficiência da vitamina D com a questão inflamatória, até porque a coleta dos níveis séricos de vitamina D foi feita na admissão, quando o paciente já estava em pleno estado inflamatório, não tendo sido disponibilizada a vitamina D basal.

Leia mais: Vitamina D: Casos de intoxicação levam ao recolhimento do suplemento da Stem Pharmaceutical

Curiosamente, as concentrações de 25OHD em pacientes com Covid-19 que estavam suplementando vitamina D quando entraram no estudo foi menor do que o esperado, apoiando seu comportamento como um reagente de fase aguda negativo. Porém, o número de pacientes com Covid-19 que tomavam suplementos orais de vitamina D, dezenove no total, é muito pequeno para tirar conclusões sólidas sobre seu papel nos resultados clínicos da doença.

O estudo tem outras limitações, a começar pelas inerentes a um estudo observacional que não permite estabelecer se a vitamina D é simplesmente um biomarcador de exposição ou um biomarcador de efeito sobre a doença. Além disso, a pesquisa foi realizada em um único centro de saúde espanhol e os dados não podem ser generalizados.

Outras evidências entre hipovitaminose D e infecções respiratórias

Já discutimos aqui no portal, no início da pandemia aqui no Brasil, sobre a relação entre vitamina D e infecções respiratórias. Na época, citamos uma revisão sistemática e meta-análise de estudos clínicos randomizados sobre o assunto: suplementação de vitamina D e prevenção de infecções respiratórias agudas.

Nesta, concluiu-se que pacientes com níveis de vitamina D abaixo de 25 nmol/L (ou 10 ng/mL) deveriam receber suplementação na dose necessária para atingir valores acima de 25 nmol/L (ou 10 ng/mL). Para saber mais sobre o estudo, confira o texto aqui no Portal.

Mensagem prática:

  1. Os níveis de 25OHD são mais baixos em pacientes com Covid-19 hospitalizados em comparação com controles populacionais e esses pacientes apresentaram maior prevalência de deficiência.
  2. O estudo não encontrou nenhuma relação entre a concentração vitamina D e a gravidade da doença.
  3. Na prática, não é possível concluir necessidade de mudanças na abordagem da Covid-19 ou suplementação de vitaminas com base neste estudo, já que não se estabelece relação causal entre hipovitaminose D e risco/gravidade de infecção.

Baixe grátis nosso infográfico com um resumo deste conteúdo e das principais evidências de 2020 para vitamina D!

Referências bibliográficas:

  • José L Hernández, Daniel Nan, Marta Fernandez-Ayala, Mayte García-Unzueta, Miguel A Hernández-Hernández, Marcos López-Hoyos, Pedro Muñoz Cacho, José M Olmos, Manuel Gutiérrez-Cuadra, Juan J Ruiz-Cubillán, Javier Crespo, Víctor M Martínez-Taboada, Vitamin D Status in Hospitalized Patients With SARS-CoV-2 Infection, The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, , dgaa733, https://doi.org/10.1210/clinem/dgaa733
  • Waldron JL, Ashby HL, Cornes MP, et al. Vitamin D: a negative acute phase reactant. J Clin Pathol. 2013;66(7):620‐622.
  • Cannell JJ, Grant WB, Holick MF. Vitamin D and inflammation. Dermatoendocrinol. 2015;6(1):e983401. Published 2015 Jan 29. doi:10.4161/19381980.2014.983401
  • Martineau AR, Jolliffe DA, Hooper RL, et al. Vitamin D supplementation to prevent acute respiratory tract infections: systematic review and meta-analysis of individual participant data. BMJ. 2017;356:i6583. Published 2017 Feb 15. doi:10.1136/bmj.i6583
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão