Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Clínica Médica / Vitamina D: Casos de intoxicação levam ao recolhimento do suplemento da Stem Pharmaceutical
cápsulas de vitamina D em excesso

Vitamina D: Casos de intoxicação levam ao recolhimento do suplemento da Stem Pharmaceutical

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul emitiu uma nota, no último dia 24, alertando para intoxicação exógena por vitamina D. Segundo os órgãos locais, dois casos foram identificados em Porto Alegre, ambos em uso do suplemento alimentar da marca Stem Pharmaceutical.

Como forma preventiva, a Divisão de Vigilância Sanitária do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), realizou a interdição do lote 19001, fabricação 9/9, validade 9/21, versão em 30 comprimidos de 2.000 UI e seu recolhimento dos pontos de venda. Além disso, a orientação é que as pessoas que possuem o lote suspendam o uso. A suspeita é que o suplemento esteja apresentando concentração acima do recomendado.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) comunicou o recebimento do alerta e o recall do suplemento em todo o país.

Intoxicação por vitamina D

De acordo com as evidências atuais, consideradas pelas sociedades brasileiras de patologia clínica e de endocrinologia, não há benefício em manter níveis de 25(OH)D acima de 60 ng/mL em qualquer situação (incluindo resultados ósseos e extraesqueléticos). Mas os valores de referência para risco de intoxicação são de >100 ng/mL.

O excesso de vitamina D aumenta a captação intestinal de cálcio, reabsorção tubular renal e reabsorção óssea, levando à hipercalcemia e sintomas relacionados, como náusea, vômitos, fraqueza, anorexia, desidratação e quadro agudo insuficiência renal.

Em geral, os valores de 25(OH)D são considerados altos quando acima de 90-100 ng/mL, mas valores mais baixos, como 75 ng/mL, também já foram correlacionados com hipercalcemia leve em crianças com raquitismo, sugerindo que o risco intoxicação em crianças pode ocorrer com valores mais baixos.

Valores de referência

Atualmente, os valores de referência para vitamina D são:

  • Deficiência: <20 ng/mL;
  • Adequado para a população em geral <65 anos: entre 20-60 ng/mL;
  • Adequado para indivíduos com condições vulneráveis *: 30-60 ng/mL;
  • Risco de intoxicação: >100 ng/mL.

* Recomendado para: idosos, pacientes pós-cirurgia bariátrica, gestantes, indivíduos em uso de drogas que interferem no metabolismo da vitamina D, e os pacientes com osteoporose, hiperparatireoidismo secundário, osteomalácia, diabetes mellitus tipo 1, câncer, doença crônica, doença renal ou má absorção.

A suplementação é indicada apenas para pacientes com deficiência de níveis de 25(OH)D no organismo.

Leia também: Nova recomendação sobre modelo de laudo laboratorial para a Vitamina D – 25(OH)D

Os grupos de risco para deficiência

Pessoas com produção insuficiente:

  • Idade avançada;
  • Obesidade;
  • Pele escura;
  • Pouca exposição solar (gestantes, pessoas com maior risco de câncer de pele e aqueles com lúpus eritematoso sistêmico);
  • Uso de muitas barreiras físicas (protetor solar, vestimentas);
  • Insuficiência hepática;
  • Doença renal crônica e raquitismo dependente de vitamina D tipo I e II, raquitismo hipofosfatêmico ligado ao X e outras condições associadas ao excesso de FGF-23.

Pessoas com maior metabolização:

  • Uso de anticonvulsivantes, cetoconazol, isoniazida, antirretrovirais, antibióticos;
  • Condições inflamatórias (artrite reumatoide, tuberculose);
  • Hiperparatireoidismo primário;
  • Tratamento da osteoporose com teriparatide;

Pessoas com menor absorção intestinal:

  • Doença celíaca, doença de Chron, fibrose cística, insuficiência pancreática;
  • Cirurgia bariátrica, ressecção pancreática ou intestinal;
  • Medicamentos: orlistate, colestiramina.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências bibliográficas:

Um comentário

  1. Avatar
    Ana Maria Bacci

    Excelentes ensinamentos. Artigo imprescindível a toda classe médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.