Whitebook: Intoxicação por cloroquina no ECG

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Em nossa publicação semanal de conteúdos compartilhados do Whitebook Clinical Decision vamos falar um pouco sobre a intoxicação por cloroquina no ECG.

Baixe agora gratuitamente o Whitebook e tenha tudo sobre todas as condutas médicas, na palma da mão!

Este conteúdo deve ser utilizado com cautela, e serve como base de consulta. Este conteúdo é parte de uma conduta do Whitebook e é destinado a profissionais de saúde. Pessoas que não estejam neste grupo não devem utilizar este conteúdo.

Intoxicação por cloroquina no ECG

O prolongamento do intervalo QT no uso dessas medicações se dá pela inibição receptor iK. Ele pode favorecer um episódio de R sobre T, ou seja, uma extrassístole pode surgir no momento da onda T, gerando um estímulo elétrico capaz de despolarizar células já repolarizadas em um momento em que outras células ainda estão refratárias a esse estímulo. O resultado é a degeneração para uma taquicardia ventricular polimórfica, conhecida como torsades de pointes.

Histórico da cloroquina e da hidroxicloroquina

Tanto a cloroquina quanto a hidroxicloroquina são usadas há mais de meio século para o tratamento de malária, artrite reumatoide e lúpus. Apesar de relacionadas a um baixo risco de eventos cardíacos mundialmente, em alguns locais do globo essa segurança pode não ser tão bem mensurada.

A azitromicina age no mesmo receptor que a cloroquina para induzir arritmias cardíacas. São estimadas 47 mortes cardíacas por 1 milhão de tratamentos completos. Não há dados suficientes sobre a segurança da combinação das duas drogas.

Fatores de risco

  • Idade ≥ 68 anos;
  • Sexo feminino;
  • Uso de diuréticos de alça;
  • Potássio sérico ≤ 3,5 mEq/L;
  • QTc de admissão ≥ 450 ms;
  • Infarto agudo do miocárdio;
  • Drogas que prolongam o QT;
  • Sepse;
  • Insuficiência cardíaca.

Quer ser Premium no maior app médico do Brasil? Venha jogar o Jogo dos 30. Participe agora mesmo!

Este conteúdo foi desenvolvido por médicos, com objetivo de orientar médicos, estudantes de medicina e profissionais de saúde em seu dia a dia profissional. Ele não deve ser utilizado por pessoas que não estejam nestes grupos citados, bem como suas condutas servem como orientações para tomadas de decisão por escolha médica. Para saber mais, recomendamos a leitura dos termos de uso dos nossos produtos.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Um comentário

  1. Ronaldo Issashi Furuta

    47 mortes em 1.000.000 resulta em um percentual de morte de 0,0047%.

    Será que realmente é muito alto?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar