Página Principal > Infectologia > Zika vírus: quais sequelas bebês infectados podem apresentar?

Zika vírus: quais sequelas bebês infectados podem apresentar?

Tempo de leitura: 2 minutos.

O Zika vírus é uma doença transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti que pode deixar diversas complicações na pessoa infectada. Em casos de gestantes, a atenção deve ser maior, pois a enfermidade pode deixar sequelas no nascituro, como microcefalia ou outra má formação congênita. Um estudo publicado em 2017 constatou que, no ano anterior, 10% dos bebês apresentaram defeitos congênitos ocasionados pelo ZIKV.

De acordo com o Morbidity and Mortality Weekly Report (MMWR), em relatório publicado em 2017, 14% das crianças de até um ano que foram expostas ao vírus nos Estados Unidos apresentaram problemas potencialmente decorrentes do Zika. Um levantamento realizado com dados do U.S. Zika registry analisou 1.450 casos de bebês nascidos de parturientes diagnosticadas com a doença ou registradas por suspeita da infecção.

Foram realizados exames físicos em 95% dos neonatos, e 76% receberam rastreio para a doença, conforme recomendação do Centers for Disease Control and Prevention (CDC). Entretanto, somente 60% passaram por exames de neuroimagem, 48% receberam testes de audição e 36% tiveram avaliações oftalmológicas.

Leia mais: Zika causa defeitos congênitos em 10% das gestações

Entre as crianças avaliadas, 6% apresentaram pelo menos um defeito congênito associado ao Zika, como microcefaleia; 9% tiveram deficiência de neurodesenvolvimento possivelmente acarretada pela infeção, como convulsões, e 1% apresentou os dois tipos de complicações.

Os pesquisadores concluíram que uma entre sete crianças analisadas desenvolveram alguma complicação causada pelo ZIKV. Como nem todos os recém-nascidos foram testados corretamente de acordo com a recomendação das diretrizes oficiais, algumas sequelas adicionais podem não ter sido identificados no momento do nascimento.

Para que um estudo mais completo seja realizado sobre o tema, é essencial o acompanhamento minucioso dos casos de bebês nascidos de mulheres diagnosticadas com Zika durante a gravidez. Desta forma, melhores estratégias podem ser traçadas para o tratamento da doença.

Tenha em mãos informações objetivas e rápidas sobre práticas médicas. Baixe o Whitebook

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.