A possível interferência das crioaglutininas na série vermelha do hemograma

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O hemograma é um dos exames laboratoriais mais solicitados na prática clínica, de interesse comum às mais variadas especialidades médicas. É frequentemente utilizado para triagem, diagnóstico e acompanhamento de diversas condições, sendo constituído por 3 análises principais: o eritrograma (série vermelha), leucograma (série branca) e plaquetograma. 

No eritrograma, alguns parâmetros são avaliados, como a contagem absoluta de eritrócitos, hemoglobina, hematócrito, índices hematimétricos (VCM, HCM, CHCM) e RDW (índice de anisocitose). Para a sua devida e correta interpretação, é preciso levar em consideração os possíveis fatores interferentes a que seus parâmetros estão submetidos, sejam eles por variabilidades fisiológicas, erros pré-analíticos ou mesmo causas endógenas, como é o caso das crioaglutininas.

Leia também: Hemograma: Discordâncias da análise automatizada e microscopia óptica convencional

A possível interferência das crioaglutininas na série vermelha do hemograma

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

O que são as crioaglutininas?

Também chamadas de aglutininas frias, são autoanticorpos que foram descritos pela primeira vez por Landsteine, em 1903. São formadas, predominantemente, por autoanticorpos da classe IgM (mono ou policlonais), que podem ser encontrados mais frequentemente em alguns pacientes com anemia hemolítica autoimune (primárias ou secundárias), bem como em casos de pneumonias atípicas, além de outras patologias. 

Com o próprio nome sugere, esses autoanticorpos podem induzir, seja in vivo ou in vitro, a uma aglutinação eritrocitária e hemólise (rompimento da membrana das hemácias) em baixas temperaturas (< 37 °C). Dessa forma, a presença de crioglutininas na circulação pode interferir em praticamente todos os parâmetros da série vermelha (à exceção da hemoglobina), gerando resultados espúrios. 

Procedimentos laboratoriais para mitigar a interferência

A aglutinação dos eritrócitos é, parcialmente, reversível com o aumento da temperatura. Existem algumas maneiras e artifícios, à nível laboratorial, que podem ser utilizados com a finalidade de diminuir a distorção dos resultados obtidos, na série vermelha, pelos contadores hematológicos:

  • Aquecer a amostra em uma estufa a 37 °C, por 30 minutos;
  • Aquecer a amostra em banho maria a 37 °C, por 30 minutos;
  • Centrifugar o tubo a 3.500 rpm (rotações por minuto) por 10 minutos. Em seguida, o plasma (parte líquida do sangue) obtido é retirado com uma pipeta e, na mesma proporção, é adicionado soro fisiológico 0,9% no tubo. Após esse procedimento, a amostra é homogeneizada e incubada em banho maria a 37 °C, por 30 minutos.

Os primeiros dois procedimentos são menos complexos e mais rápidos, capazes de diminuir (em parte) a interferência das aglutininas frias. Entretanto, o simples aquecimento do tubo (em estufa ou banho maria) por si só, não consegue, na maioria dos casos, reduzir significativamente as distorções geradas pelas crioaglutinas.

Saiba mais: Qual o impacto nos valores do LDL-c quando estimado pelas principais fórmulas disponíveis?

Já a terceira forma, que aquece o material em banho maria após centrifugação e substituição do plasma por soro fisiológico, possui um melhor resultado prático, na medida em que consegue remover grande parte desses autoanticorpos. Esse procedimento aprimora os outros dois primeiros, sendo capaz de produzir resultados muito mais precisos e fidedignos.

Conclusão

A rotina diária de exames de hemogramas (em alguns laboratórios de médio/grande porte) pode chegar a ordem de milhares por dia. Embora a presença de aglutininas frias não seja um problema muito comum, ela deve ser sempre lembrada quando nos deparamos com resultados inconsistentes de eritrogramas.

Através procedimentos laboratoriais simples, a interferência das crioaglutininas pode ser minimizada, tornando a contagem hematológica automatizada mais fidedigna nesses casos. Contudo, mesmo após tomadas as várias medidas para solucionar a interferência, em alguns casos ela ainda pode permanecer.  Nesses casos, apenas o resultado da hemoglobina no eritrograma poderá ser liberado, devendo-se valorizar ainda mais a análise microscópica da extensão sanguínea (hematoscopia).

Autor(a): 

Referências bibliográficas:

  • Costa BMB, et al. Interferências das crioaglutininas na interpretação do eritrograma: relato de caso com revisão da literatura. J. Bras. Patol. Med. Lab.2018;54(4):249-Inte. doi: 10.5935/1676-2444.20180043
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar