Página Principal > Acupuntura > Acupuntura e o tratamento da insônia
mulher deitada na cama tomando pilulas pra dormir

Acupuntura e o tratamento da insônia

Tempo de leitura: 4 minutos.

Insônia é a incapacidade persistente de iniciar o sono ou permanecer dormindo durante a noite (sono interrompido) para um sono reparador. Dessa forma, pessoas com insônia geralmente começam o dia já se sentindo cansadas, têm problemas de humor e falta de energia e têm o desempenho no trabalho ou nos estudos prejudicado por causa deste distúrbio. A qualidade de vida, em geral, costuma ficar comprometida.

A grande maioria das pessoas já passou por períodos em que a qualidade do sono não foi satisfatória. Essa insônia é considerada secundária a algumas causas, costuma ser temporária e desaparece uma vez que o fator causador também é resolvido. Entre eles, podemos citar:

  • Estresse e preocupações
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Mudanças na rotina (horários, viagens, trabalho)
  • Maus hábitos de sono (horários, luminosidade, TV, celular)
  • Medicamentos, álcool e estimulantes
  • Maus hábitos alimentares (refeições tardias e/ou copiosas à noite)
  • Condições médicas (dor crônica, refluxo esofágico, insuficiência cardíaca ou respiratória, apneia do sono, hipertireoidismo, pernas inquietas, entre outros)

Quando não há nada que possa ser apontado como causa direta ou indireta de insônia, esta é dita primária. A primária é uma dissonia caracterizada pela dificuldade em iniciar e/ou manter o sono e pela sensação de não ter um sono reparador durante um período não inferior a um mês. Por vezes, a secundária também não desaparece após a causa ser tratada, em geral, devido a alterações comportamentais que o paciente desenvolve para lidar com a falta de sono.

O tratamento da insônia se faz após um diagnóstico correto, da identificação e da abordagem da causa, quando podemos detectá-la. A prescrição de medicamentos que não provoquem dependência associada a medidas comportamentais e cognitivas é a melhor forma de tratamento. Entre os fármacos utilizados se destacam o zolpidem e a zopiclona, que melhoram significativamente o sono sem alterar sua estrutura ou induzir a uma reincidência da insônia logo após uma interrupção brusca. Além disso, o desenvolvimento de fármaco-dependência e de vício é muito pouco frequente.

Mais da autora: ‘As emoções como causa de adoecimento’

Também é possível usar a acupuntura para tratar a insônia. A maioria dos pacientes chega ao consultório após vários meses de tentativa de tratamento pelos métodos tradicionais, sem sucesso, quer pelo uso inadequado da medicação, quer pela inobservância das medidas para a higiene do sono.

O tratamento começa após avaliação de toda a saúde física e emocional do indivíduo, através de uma história e exame clínico detalhados. A acupuntura como coadjuvante no tratamento da insônia resgata o equilíbrio do organismo, pela liberação de neurotransmissores como serotonina que ajudam o organismo a relaxar.

Esse método é considerado não invasivo, seguro e livre de efeitos colaterais Portanto, a melhora será percebida a cada sessão, com benefícios que podem ser visíveis já no primeiro dia do tratamento. A cada dia o paciente poderá perceber que levará menos tempo para dormir e que acordará menos vezes durante a noite. São recomendadas sessões uma ou duas vezes na semana, e após um ou dois meses pode-se iniciar um tratamento de manutenção, com sessões quinzenais ou mensais.

Evidentemente o tratamento é feito concomitante com o acompanhamento tradicional, para dar suporte ao paciente e dinamizar a recuperação. Um bom acupunturista não vai recomendar que o paciente abandone a medicação sem avaliação do seu médico especialista.

Acupuntura e insônia: estudos clínicos

Uma revisão sobre a eficácia da acupuntura como um tratamento de insônia foi realizado por um estudante de pós-doutorado na Universidade de Pittsburgh e publicado no Journal of Advanced Nursing em 2003. O pesquisador avaliou 11 estudos experimentais distintos publicados entre 1975 e 2002. Cada estudo demonstrou que o tratamento de acupuntura melhorou significativamente os sintomas de insônia.

A maioria dos estudos foi conduzida por médicos chineses e publicada em jornais internacionais de Acupuntura Clínica ou Jornal de Medicina Tradicional Chinesa. O pesquisador observou que poucos dos estudos revisados foram ensaios clínicos randomizados.

Apesar desse detalhe importante, os pesquisadores descobriram que a acupuntura auricular teve desempenho melhor do que os tratamentos de comparação ou de placebo. A acupuntura produziu melhores resultados, com os pacientes relatando que permaneciam mais adormecidos durante a noite, sentiam-se mais revigorados ao acordar, e também dormiram em mais noites por, pelo menos, seis horas.

Um artigo recente, publicado na Sleep Medicine, feito por médicos chineses, segue o mesmo padrão de estudo comparativo entre pacientes com insônia primária que receberam acupuntura e pacientes que receberam acupuntura falsa, e concluiu que o grupo que recebeu tratamento com acupuntura obteve melhora com resultados estatisticamente significativos.

Dessa forma, ainda que faltem estudos realizados no ocidente, multicêntricos duplos cegos e randomizados, e ainda que haja dificuldades na realização desses visto que o tratamento de acupuntura é sempre individualizado, podemos afirmar com segurança que a acupuntura para o tratamento da insônia é eficaz, segura e isenta de efeitos colaterais.

É médico e também quer ser colunista do Portal PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Autora:

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.