Leia mais:
Leia mais:
Check-up Semanal: dose de reforço da Pfizer, tratamento da escabiose e mais! [podcast]
O manejo da diabetes na doença renal crônica: alvos e insulina
A pílula anticoncepcional pode reduzir o risco de diabetes nos casos de síndrome dos ovários policísticos
O uso de estatinas está associado à progressão do diabetes?
Como identificar 16 doenças que se manifestam pela boca

ADA 2021: teste HbA1c point-of-care pode ser utilizado para diagnóstico de diabetes?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

No congresso da American Diabetes Association (ADA 2021), o maior do mundo em diabetes, uma apresentação conjunta da ADA e American Association for Clinical Chemistry (AACC) discutiu se a dosagem da hemoglobina glicada (HbA1c) point-of-care (POC; ou no ponto de atendimento) deveria ou não ser usada para o diagnóstico do diabetes.

Um teste no ponto de atendimento é todo teste diagnóstico realizado no momento e local em que o paciente está sendo atendido. Esses testes costumam ser rápidos e simples, e geralmente são realizados através de dispositivos portáteis.

HbA1c no ponto de atendimento

Dispositivos de point-of-care (POC) HbA1c

Organizações clínicas ao redor do mundo recomendam a dosagem da HbA1c, realizada em laboratório, tanto para monitorar o controle glicêmico em pacientes com diagnóstico de diabetes, como para o diagnóstico de diabetes e pré-diabetes.

Antes de entrar na discussão de prós e contras, a Dra. Randie Little, coordenadora do Programa Nacional de Padronização de Glico-hemoglobina (NGSP), fez alguns esclarecimentos técnicos.

Os métodos disponíveis para a dosagem de HbA1c no ponto de atendimento são: afinidade por borato, imunoensaio e enzimático.

As recomendações da ADA de 2021 para avaliação de HbA1c no ponto de atendimento incluem:

  1. Monitoramento: pode providenciar mudanças de tratamento oportunas durante os encontros entre pacientes e provedores.
  2. Diagnóstico: apenas os ensaios aprovados pela FDA para uso no diagnóstico de diabetes deveriam ser usados para essa proposta, e apenas no ambiente clínico para o qual eles foram aprovados.

A questão é que as pesquisas que originaram as recomendações contaram com avaliação da performance dos métodos de dosagem sob condições controladas com operadores treinados, porém infelizmente existem pouquíssimos dados de proeficiência para a maioria dos testes.

Em seguida o Dr Jay Schubrook expôs os prós, enquanto o Dr David Sacks posicionou-se contra a realização de testes de HbA1c no ponto de atendimento para o diagnóstico de diabetes.

As vantagens apresentadas pelo pesquisador se resumiriam a:

  • Oportunidade para educação sobre a doença.
  • Gratificação imediata: sem necessidade de ir a laboratórios; evita atraso entre o resultado do laboratório e o momento da consulta; evita a necessidade de visita de retorno apenas para resultado de exames. O pesquisador lembra que uma chamada telefônica pode não ser adequada para comunicar um novo diagnóstico de diabetes mellitus.
  • O custo do teste é mais alto do que a dosagem laboratorial, mas quando se evita uma nova visita para avaliação do resultado do exame, o atendimento torna-se mais barato.
  • Qualquer pessoa pode fazer, em variados locais como consultório médico ou de dentista, em farmácias ou atendimentos de enfermagem.

Porém:

  • Não são realizadas avaliações de performance dos testes;
  • 50% dos aplicadores não seguem as instruções do fabricante;
  • Os locais de aplicação dos testes não sofrem inspeções regulares, diferente dos laboratórios, que são vistoriados a cada dois anos nos EUA;
  • Não há estudos publicados corroborando a performance do teste para o diagnóstico de diabetes.

Muitos aparelhos não fornecem acurácia e precisão, o que tem sido documentado em múltiplos estudos. Da mesma forma, tem sido demonstrada diferença significativa entre os resultados dos exames no ponto de atendimento com relação às dosagens laboratoriais.

E ainda:

Instrumentos usados em laboratório são capazes de identificar variantes da hemoglobina, ao contrário dos dispositivos usados para testes no ponto de atendimento. Ainda assim alguns dispositivos são aprovados pela FDA. A maioria dos médicos acredita que se o teste é aprovado pela FDA ele é acurado. Resultados errôneos com esses dispositivos serão assumidos como acurados pelos pacientes, enfermeiros e médicos.

Conclusões

O Dr David concluiu sua apresentação afirmando que testes de HbA1c no ponto de atendimento não devem ser usados para o diagnóstico de diabetes.

Mais do congresso:

Autora:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.