Anvisa autoriza mais dois estudos clínicos de vacinas contra Covid-19

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Nesta quarta-feira, 25, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou dois ensaios clínicos de vacinas contra Covid-19 no Brasil. Desta vez, as candidatas são a INO-4800, da Inovio e a RNA MCTI CIMATEC HDT, da HDT Bio Corp em parceria com o Senai Cimatec, o Estado da Bahia, e a Gennova Biopharmaceuticals Ltd. 

Leia também: Anvisa recebe pedido para autorização de estudo de vacina da UFRJ contra Covid-19

vacinas contra Covid-19

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Vacina da Inovio

O ensaio clínico autorizado pela Anvisa é de fase 3, controlado por placebo. O estudo tem o objetivo de mensurar a segurança, imunogenicidade e eficácia da candidata à vacina da Inovio (INO-4800). A agência informa que no local de aplicação do imunizante, a técnica batizada de eletroporação será utilizada para facilitar a entrada do DNA no tecido celular, através de um dispositivo próprio da vacina. 

Além disso, o estudo irá promover a aplicação de duas doses com intervalo de 28 dias entre cada uma. 

A pesquisa da vacina da Inovio irá envolver 7.116 voluntários em dez países, sendo eles: Brasil, Argentina, Colômbia, Estados Unidos, Filipinas, México, Peru, Polônia, República Checa e Tailândia. Os estudos iniciais, de fase 1 e 2, foram feitos nos Estados Unidos, Coreia do Sul e China.

Em território nacional, os testes clínicos irá contar com 350 participantes distribuídos em quatro estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

De acordo com a Anvisa, a empresa americana de Biotecnologia Inovio Pharmaceuticals, Inc. irá patrocinar o ensaio clínico. 

Estudo clínico da vacina RNA MCTI CIMATEC HDT

Já nesta quinta-feira, 26, a Anvisa aprovou mais um estudo clínico de vacina. A pesquisa será com o imunizante RNA MCTI CIMATEC HDT, que é baseada na tecnologia de RNA replicon (repRNA) auto amplificante, sendo capaz de codificar a proteína Spike (S) do coronavírus.

Esta vacina está sendo desenvolvida pela empresa americana HDT Bio Corp em conjunto com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Cimatec), do Estado da Bahia, e a empresa Gennova Biopharmaceuticals Ltd., sediada na Índia.

Além disso, a vacina faz parte de um plano que está sendo realizado em três países envolvidos, sendo eles o Brasil, Estados Unidos e a Índia. A parceria é apoiada pelo Ministério de Ciência e Tecnologia (MCTI). O acordo firmado prevê transferência da tecnologia da vacina para o Brasil, através do Senai Cimatec.

O estudo clínico será feito com um cronograma contando com dose única e duas doses com intervalos diferentes. Segundo a Anvisa, um grupo de voluntários irá receber duas doses com intervalo de 29 dias, outro grupo receberá duas doses com intervalo de 57 dias e um terceiro grupo receberá a dose única do imunizante. Serão avaliados três níveis de dose (1 μg, 5 μg ou 25 μg) neste ensaio clínico. 

O FDA, órgão regulador americano, concedeu, em julho deste ano, aprovação para o início do ensaio clínico de fase 1 deste imunizante nos Estados Unidos.

Saiba mais: CoronaVac tem eficácia de 86% em prevenção de mortes em estudo de vida real

Outros estudos aprovados pela Anvisa

O órgão regulador brasileiro já aprovou 13 estudos clínicos para candidatas de vacina contra Covid-19. Confira a lista de todos eles:

  • Chadox 1 NCOV 19 (Astrazeneca)
  • Coronavac (Butantan)
  • Comirnaty (Pfizer)
  • INO-4800 (Icon plc)
  • Janssen Vaccine (Janssen)
  • AZD2816 (AstraZeneca)
  • Butanvac (Butantan)
  • COVLP (Medicago)
  • Inativada contra Sars-CoV-2 (IMBCAMS)
  • SCB-2019 (Clover)
  • Vacina de RNAm para Sars-CoV-2 (Sanofi Pasteur)
  • Vacina de RNA MCTI Cimatec HDT (HDT Biocorp/Cimatec-BA)
  • Covaxin (Precisa) – estudo cancelado

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referência bibliográfica:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar