Apixabana pode ser usada com qualquer peso? - PEBMED

Apixabana pode ser usada com qualquer peso?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A apixabana é indicada na prevenção de eventos de tromboembolismo venoso e também para reduzir o risco de AVC, embolia sistêmica e óbito na fibrilação atrial (FA). No entanto, as diretrizes atuais não recomendam o uso desse anticoagulante oral em pacientes com peso corporal muito alto (> 120 kg) ou muito baixo (≤ 60 kg) por falta de evidências que comprovem seu benefício. Um novo artigo da Circulation abordou essa questão e trouxe novas informações.

Pesquisadores americanos realizaram uma análise post hoc do ARISTOTLE, estudo randomizado que comparou apixabana e varfarina na prevenção de AVC em pacientes com FA, para estimar os efeitos desse tratamento, mas estratificado por peso corporal:

  • Baixo: ≤ 60
  • Médio: > 60 – 120
  • Alto: > 120 kg

CONFIRA: Apixabana em pacientes em terapia substitutiva renal: é seguro?

medicamento saude

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Eficácia da apixabana por peso

No total, 18.139 pacientes tinham dados de peso e resultados disponíveis; destes, 1.985 (10,9%) estavam no grupo de baixo peso (≤60 kg), 15.172 (83,6%) estavam no grupo de peso médio (> 60 a 120 kg) e 982 (5,4%) estavam no grupo de alto peso (> 120 kg). Dois efeitos foram analisados: AVC / embolia sistêmica, morte por todas as causas ou infarto do miocárdio e sangramento grave.

AVC, embolia, morte e infarto

O efeito do tratamento da apixabana e da varfarina foi consistente em todos os grupos de peso (P > 0,05).

Sangramento grave

Apixabana apresentou melhor perfil de segurança do que a varfarina em todas as categorias de peso e apresentou maior redução do risco relativo nos pacientes de baixo (≤ 60 kg; HR: 0,55; IC de 95%: 0,36 a 0,82; P = 0,016) e médio peso (> 60 a 120 kg; HR: 0,71; IC de 95%: 0,61 a 0,83; P = 0,016).

Conclusões

Para os autores, esses resultados demonstram que a apixabana é eficaz e segura independente do peso. A superioridade nos resultados de eficácia e segurança em comparação com a varfarina foram consistentes entre todos os grupos de peso, com reduções ainda mais significativas no sangramento grave em pacientes com FA com peso baixo a normal.

LEIA TAMBÉM: Novos anticoagulantes orais (NOACS): comparativo das drogas disponíveis no Brasil

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED.

Referências:

  • Hohnloser SH et al. Efficacy and safety of apixaban versus warfarin in patients with atrial fibrillation and extremes in body weight: Insights from the ARISTOTLE trial. Circulation 2019 May 14; 139:2292. DOI: https://doi.org/10.1161/CIRCULATIONAHA.118.037955

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar