Home / Imunologia / Aprovadas as vacinas Coronavac e Oxford pela Anvisa

Aprovadas as vacinas Coronavac e Oxford pela Anvisa

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

A Anvisa aprovou, por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford contra a Covid-19, na tarde de hoje, 17.

De forma inédita, o órgão realizou uma reunião com transmissão aberta, apresentando os relatórios técnicos de cada um dos institutos, bem como seus pareceres nas diferentes áreas.

Gustavo Mendes Santos Lima, gerente-geral da gerência geral de medicamentos, fez uma extensa e detalhada apresentação técnica, ressaltando como ponto de atenção em relação a Coronavac o fato de que os dados relativos à imunidade ao longo do tempo.

Além da avaliação técnica, a reunião teve a apresentação de Fabrício Carneiro, coordenador de inspeção e fiscalização de insumos farmacêuticos, que trouxe a avaliação de boas práticas de fabricação recomendação de aprovação e de Suzie Marie Teixeira Gomes, gerente geral de monitoramento de produtos sujeitos à vigilância sanitária, que trouxe a avaliação dos dados de plano de gerenciamento de risco, também recomendando a aprovação de ambas.

Com base nos pareceres, a relatora Meiruze de Freitas, em seu voto, que foi seguido pelos demais, aprovou a liberação de uso de ambas as vacinas, com a ressalva de que o Instituto Butantã entregue um de termo de compromisso de entrega desses estudos de imunogenicidade assinado para ser publicado em Diário Oficial.

A Anvisa aprovou, por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford contra a Covid-19, na tarde do dia 17 de janeiro.

Primeira brasileira vacinada no Brasil com Coronavac

Após as quase cinco horas de reunião, o governo de São Paulo realizou, de forma simbólica, a vacinação da primeira brasileira. A escolhida foi a enfermeira do Instituto de Infectologia Emílio Ribas Mônica Calazans, de 54 anos. Em sua fala, Mônica disse para a população acreditar na vacina.

Vacinação Nacional

Após a reunião da Anvisa, o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, também fez uma coletiva, informando que a partir de segunda-feira, às 07h, será feita a distribuição das vacinas nos estados e que a vacinação começa no país na quarta-feira, às 10h.

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.