Página Principal > Colunistas > ASCO 2019: ribociclibe reduz morte por câncer de mama em 30%
ASCO 2019

ASCO 2019: ribociclibe reduz morte por câncer de mama em 30%

Tempo de leitura: 1 minuto.

O principal destaque de câncer de mama no evento da Sociedade Americana de Oncologia que terminou em Chicago são os resultados de aumento de sobrevida global no câncer de mama metastático receptor positivo, os tumorais chamados luminais.

O inibidor de ciclina ribociclibe (que reverte a resistência endócrina) associado com algum tratamento anti-hormonal (Tamoxifeno ou Inibidor da Aromatase) reduziu o risco e morte em cerca de 30%. Adiou de forma significativa o início de quimioterapia nessas pacientes. É a primeira vez que se comprova resultados dessa magnitude neste cenário avançado.

Leia maisASCO 2019: baixo teor de gordura na dieta reduz mortalidade por câncer de mama

A medicação já está disponível no Brasil, assim como os demais medicamentos dessa classe (Inibidores de CDK como o Palbociclibe e o Abemaciclibe), já temos pacientes em uso, baseado em dados anteriores de aumento de sobrevida livre de progressão, mas com acesso dificultado/limitado na saúde suplementar por ainda não constar no rol da ANS por ser uma droga oral que tem uma legislação diferente. Se fosse injetável, uma vez aprovado pelo Ministério da Saúde e Anvisa a cobertura seria imediata. Espera-se o próximo ROL apenas para 2021.

Judicialização frequente inevitável, não é ético com as pacientes deixar de oferecer tratamento com tamanho beneficio a despeito do alto custo. Não há qualquer previsão de incorporação no SUS.

É médico e quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Referências:

  • Congresso ASCO 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.