Página Principal > Medicina Interna > Associação de eventos adversos com uso de antibióticos em pacientes hospitalizados
medicação intravenosa

Associação de eventos adversos com uso de antibióticos em pacientes hospitalizados

Tempo de leitura: 2 minutos.
O uso de antibióticos é comum no ambiente hospitalar. Aproximadamente 50% dos pacientes hospitalizados recebem pelo menos um antibiótico durante a hospitalização, com cerca de 20 a 30% dos dias de internação de terapia com antibióticos considerados dispensáveis.

O uso desnecessário de antibióticos é particularmente preocupante porque esses medicamentos podem estar associados a uma série de eventos adversos a medicamento (EAMs). Os EAMs abrangem a reação adversa a medicamentos e o erro de medicação.As estimativas da incidência de EAMs associados a antibióticos em pacientes hospitalizados geralmente não estão disponíveis.

Neste contexto, um artigo recentemente publicado no JAMA Internal Medicine respondeu a seguinte pergunta:qual é a probabilidade de desenvolver EAMs associados a antibióticos em pacientes hospitalizados que recebem antibioticoterapia?

Veja também: ‘Como reduzir o tempo/uso de antibiótico na alta hospitalar?’

Foram incluídos na análise 1.488 pacientes que receberam antibióticos por pelo menos 24 horas. A mediana de idade foi de 59 anos (intervalo interquartil: 49-69 anos) e 758 (51%) pacientes eram do sexo feminino. As condições médicas mais prevalentes foram diabetes, doença pulmonar estrutural e insuficiência cardíaca congestiva com fração de ejeção inferior a 40%.A mediana de duração da hospitalização foi de 4 dias (intervalo interquartil: 2-9 dias).

As indicações mais comuns para a antibioticoterapia foram infecções do trato urinário (12%), seguida de infecções da pele e de tecidos moles (8%) e pneumonia adquirida na comunidade (7%).Os antibióticos frequentemente prescritos foram cefalosporinas de terceira geração, vancomicina parenteral e cefepima.

Um total de 298 (20%) pacientes experimentaram pelo menos um EAM associado ao uso de antibiótico.Além disso, 56 (20%) regimes de antibióticos não clinicamente indicados foram associados a um EAM, incluindo 7 casos de infecção por Clostridium difficile.Cada 10 dias adicionais de terapia com antibióticos conferiram um risco de 3% de EAM.

Os EAMs mais comuns foram anormalidades gastrointestinais, renais e hematológicas, representando 78 (42%), 45 (24%) e 28 (15%) EAMs de 30 dias, respectivamente.

Embora os antibióticos possam desempenhar um papel crítico quando utilizados adequadamente, os resultados enfatizam a importância de uma prescrição antibiótica criteriosa para reduzir o dano que pode resultar de EAMs associados a antibióticos.

As melhores condutas médicas estão no Whitebook. Clique aqui para baixar grátis!

Autora:

JulianaFestadeVasconcellos Síndrome de Sjögren: novas diretrizes de tratamento para manifestações reumatológicas

whatsapp-250 Síndrome de Sjögren: novas diretrizes de tratamento para manifestações reumatológicas

Referência:

  • Tamma PD, Avdic E, Li DX, Dzintars K, Cosgrove SE. Association of Adverse Events With Antibiotic Use in Hospitalized Patients. JAMA Intern Med. 2017 Jun 12. doi: 10.1001/jamainternmed.2017.1938. [Epub ahead of print]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.