Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Oncologia / Braquiterapia para câncer de próstata: principais pontos da nova diretriz
medico com laço do cancer de prostata

Braquiterapia para câncer de próstata: principais pontos da nova diretriz

Acesse para ver o conteúdo
Esse conteúdo é exclusivo para usuários do Portal PEBMED.

Para continuar lendo, faça seu login ou inscreva-se gratuitamente.

Preencha os dados abaixo para completar seu cadastro.

Ao clicar em inscreva-se, você concorda em receber notícias e novidades da medicina por e-mail. Pensando no seu bem estar, a PEBMED se compromete a não usar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Inscreva-se ou

Seja bem vindo

Voltar para o portal

A American Society of Clinical OncologyCancer Care Ontario publicaram suas novas recomendações para braquiterapia para câncer de próstata. Veja os principais pontos:

– Para pacientes com câncer de próstata de baixo risco que necessitem ou optarem pelo tratamento ativo, a braquiterapia de baixa taxa de dose (LDR) sozinha, feixe de radiação externa (EBRT) sozinha e/ou prostatectomia radical devem ser oferecidas a indivíduos elegíveis.

– Para pacientes de risco intermediário escolhendo EBRT com ou sem terapia de supressão androgênica, deve ser oferecido aumento de braquiterapia (LDR ou alta taxa de dose [HDR]) a indivíduos elegíveis.

– Para pacientes de risco intermediário baixo (Gleason 7, antígeno específico da próstata < 10 ng/mL ou Gleason 6, antígeno de 10 a 20 ng/mL), a braquiterapia LDR sozinha pode ser oferecida como monoterapia.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

– Para pacientes de alto risco que recebem EBRT e terapia de supressão androgênica, o aumento da braquiterapia (LDR ou HDR) deve ser oferecido.

– Iodo-125 e paládio-103 são opções de isótopos razoáveis ​​para pacientes que recebem braquiterapia LDR; nenhuma recomendação pode ser feita para ou contra a utilização de césio-131 ou monoterapia com HDR.

– Pacientes devem ser encorajados a participar em ensaios clínicos para testar abordagens inovadoras ou orientadas para esta doença.

Veja aqui todas as recomendações do novo guideline.

Referências:

  • DOI: 10.1200/JCO.2016.72.0466 Journal of Clinical Oncology – published online before print March 27, 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.