Página Principal > Psiquiatria > Burnout atinge mais de 40% dos médicos da zona urbana, segundo pesquisa
medico em depressao sendo consolado

Burnout atinge mais de 40% dos médicos da zona urbana, segundo pesquisa

Uma pesquisa realizada em Portugal investigou o estado emocional dos médicos da zona urbana. O burnout, que é a exaustão com o trabalho, falta de interesse e de realização profissional, atinge 40,5% dos médicos entrevistados. Além disso, 24,5% dos profissionais apresentam quadro de depressão, apresentada nas formas moderada (16,3%), severa (4,9%) e muito severa (3,3%), e 16% sofrem de ansiedade e stress.

Cerca de 1.600 médicos participaram do estudo e, entre eles, os que mais apresentaram problemas emocionais eram os que trabalham há mais tempo e aqueles que trabalham no Serviço Nacional de Saúde (SNS), sistema similar ao SUS brasileiro, mas algumas pessoas, dependendo da renda e faixa etária, devem pagar uma taxa pequena pelo atendimento.

Ainda segundo a pesquisa, as mulheres são mais atingidas que os homens, e aqueles que trabalham à noite e/ou mais tempo por semana apresentam mais sintomas. Os médicos mais novos (26-35) apresentam menos realização pessoal, mas são os mais velhos (36-45) que mostram mais sinais de burnout.

Veja também: ‘Burnout: 9 medidas para combater a síndrome’

Referência:

  • Médicos: 25% Estão Deprimidos E 40% Exaustos Emocionalmente. Site Fãs da Psicanálise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.