Página Principal > Saúde Pública > Buscopan Composto em gotas tem fabricação suspensa
estetoscopio medico em preto e branco

Buscopan Composto em gotas tem fabricação suspensa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou essa semana que a Boehringer Ingelheim anunciou o recolhimento voluntário do Buscopan Composto em gotas. A fabricação do medicamento também foi suspensa, mas a companhia alemã garante que o produto disponível no mercado não oferece perigo ao paciente.

Segundo a Boehringer, o fármaco foi retirado do mercado devido aos resultados de um estudo de estabilidade, que é fundamental para avaliar a segurança, qualidade e eficácia do produto. Apesar da suspensão do medicamento composto em gotas, Buscopan Composto em comprimido e o Buscopan Gotas continuarão a ser vendidos.

O Buscopan é utilizado no tratamento de sintomas de cólicas gastrintestinais, cólicas e movimentos involuntários anormais das vias biliares e cólicas dos órgãos sexuais e urinários.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

4 Comentários

  1. Mais de quarenta anos no mercado e agora está fazendo mal….tem cada um que parece dois!!!! Muito raro eu precisar, mas se necessário uso sem problemas. Um abraço.

    • Ana Carolina Pomodoro
      Ana Carolina Pomodoro

      Olá, José Silva! Sou Ana Carolina, médica e colunista da Pebmed. Em relação ao medicamento descrito, fique atento que foi a própria indústria produtora que verificou o problema nesse tipo de apresentação (Buscopan Composto em gotas). As outras apresentações permanecem sendo produzidas e comercializadas. Use sempre após indicação médica. Automedicação pode trazer muitos danos à nossa saúde. Aproveitamos para lhe convidar a continuar acompanhando e participando de nosso portal.

  2. Eu costumava tomar Buscopan Composto em Gotas para cólicas devido a Doença de Crohn, recomendado pelo médico. E agora em comprimido tem o mesmo efeito imediato?

    • Ana Carolina Pomodoro
      Ana Carolina Pomodoro

      Olá, Délio! Sou Ana Carolina, médica e colunista da Pebmed. É muito importante ver com seu médico o que está mais indicado no seu caso, pois tudo depende da história clínica e do exame físico que só podem ser feitos na consulta presencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *