Leia mais:
Leia mais:
Atividade Física e Covid-19: miocardite pós Covid-19 e a restrição aos exercícios físicos [vídeo]
Segurança e imunogenicidade da coadministração de vacinas contra Covid-19 e Influenza
Top 10 de outubro: Proteína C reativa, guidelines para sepse e muito mais! [infográfico]
Atividade Física e Covid-19: precauções na retomada aos exercícios físicos [vídeo]
Mais um efeito da pandemia no Brasil: o aumento de casos de hepatite medicamentosa

Calázio: Existe relação com o uso de máscaras durante a pandemia de Covid-19?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Desde o início da pandemia por Covid-19, o uso das máscaras faciais tem sido uma realidade. O uso de máscaras tem sido associado a diversas consequências na população geral como maior incidência de acne relacionado ao aumento localizado da temperatura e umidade. Como existe um direcionamento do vapor de ar para cima, para a área periorbital, foi feita a hipótese de que usar a máscara poderia criar um microambiente propício para a inflamação palpebral e contribuir para o desenvolvimento do calázio

calázio

Estudo sobre calázio e o uso de máscaras

Um estudo foi publicado no American Journal of Ophthalmology Case Reports com o objetivo de determinar se houve um aumento da incidência de calázio após a implementação das máscaras. Nesse estudo retrospectivo foram analisados os dados de duas clínicas de oculoplástica em São Francisco de 2016 a 2020 e de um setor terciário em Los Angeles de 2018 a 2020. Em ambas as instituições a incidência de calázio foi significativamente maior em 2020 se comparada com os outros anos.

Em São Francisco houve lockdown e por isso os dados são entre junho e agosto de 2020, quando 202 dos 1338 pacientes foram atendidos tinham calázio, refletindo uma incidência de 0.151. Durante o mesmo intervalo em 2019, a incidência tinha sido de 0.076 (124 pacientes em 1631). No centro de Los Angeles não houve lockdown e a incidência  de calázio começou a subir logo após a declaração de pandemia. Entre março e maio de 2020, 939 pacientes foram examinados com calázio, com uma incidência de 0.044. No mesmo intervalo em 2019 a incidência foi de 0.027. Entre junho e agosto de 2020 a incidência foi de 0.031 (segundo o artigo poderia ter sido atribuído a uma diminuição no uso das máscaras que ocorreu nesse local após os meses iniciais da pandemia). Nesse intervalo os números de 2019 foram similares com incidência de 0.028.

Os calázios foram observados em gravidades variáveis e tanto na pálpebra superior quanto inferior (medial e temporal). Não houve predileção de local. O estudo mostrou um aumento significativo da incidência de calázio em duas regiões diferentes da Califórnia. A desidratação foi proposta como um mecanismo que poderia afetar a secreção oleosa da glândula aumentando a formação de calázio em trabalhadores da saúde em um outro estudo. Alterações da flora normal palpebral podem ser uma justificativa. A flora normal oral pode ser incorporada aos aerosóis expirados durante o falar, espirrar e tossir levando a maior exposição da pálpebra a essas bactérias.

Leia também: Ao querido oftalmologista: Itens essenciais no atendimento do paciente com miopia

Considerações

O aumento da incidência de calázio obviamente não se supera ao benefício protetor do uso das máscaras durante a pandemia. Os autores recomendam medidas protetoras para diminuir a formação de calázio como o uso de antisépticos orais contendo peróxido de hidrogênio, álcool ou iodopovidona. Isso reduziria a carga bacteriana e a carga viral de Covid-19. Evitar tocar no rosto, selar bem a máscara superiormente e lavar as mãos frequentemente também são medidas importantes. 

Autora:

Referências bibliográficas:

  • Silkiss, Rona Z et al. “Increased incidence of chalazion associated with face mask wear during the COVID-19 pandemic.” American journal of ophthalmology case reports vol. 22 (2021): 101032. doi: 10.1016/j.ajoc.2021.101032
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.