Página Principal > Infectologia > Câncer no paciente com HIV: o que dizem as evidências
estetoscópio em cima de uma prescrição médica

Câncer no paciente com HIV: o que dizem as evidências

Tempo de leitura: 2 minutos.

Com a terapia antirretroviral eficaz, a mortalidade de indivíduos com infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) diminuiu substancialmente. Entretanto, o câncer continua a ser uma causa importante de morbidade e mortalidade em pessoas com HIV em terapia antirretroviral efetiva.

A avaliação da mortalidade por câncer pode ajudar na avaliação do impacto global do câncer em pessoas com HIV, na prevenção e no tratamento para o benefício da saúde pública.

Com o objetivo de investigar a contribuição do câncer na mortalidade de pessoas com HIV, um grupo de pesquisadores analisaram dados de 13 coortes norte-americanas.

Veja também: ‘HIV: estudo mostra sucesso na terapia antirretroviral injetável de ação prolongada’

O estudo incluiu 46.956 pessoas com HIV em terapia antirretroviral entre 1995 a 2009. A maioria era do sexo masculino (83,3%) e a mediana de idade foi de 42,5 anos no momento de entrada do estudo. Entre os indivíduos com status de tabagismo conhecido ou declarado, 75,5% eram fumantes. A prevalência do vírus da hepatite B e vírus da hepatite C foi de 7,0% e 23,7%, respectivamente.

Foram observados 1.997 cânceres incidentes e 8.956 óbitos, e 11,9% tiveram um câncer prévio. Aproximadamente 10% das mortes foram atribuídas ao câncer, mas esta fração aumentou ao longo do tempo. Os carcinomas mais comuns que levaram à mortalidade foram câncer de pulmão (2,3% das mortes), linfoma não-Hodgkin (2,0% das mortes) e câncer de fígado (0,9% das mortes).

Esses resultados destacam a importância contínua do câncer como causa de morte entre pessoas com HIV em terapia antirretroviral. O aconselhamento para cessação do tabagismo, o tratamento da hepatite B e C, e o rastreamento de malignidade devem ser considerados prioridades para os clínicos que cuidam desse subgrupo de pacientes.

E mais: ‘Risco cardiovascular em pacientes com HIV: devemos nos preocupar?’

Autora:

Referências:

  • Eric A. Engels, Elizabeth L. Yanik, Willian Wheeler, M. John Gill, Meredith S. Shiels, Robert Dubrow, et al. Cancer-Attributable Mortality Among People With Treated Human Immunodeficiency Virus Infection in North America. Clinical Infectious Diseases. 2017, 65, 4, 2017, 636–643, https://doi.org/10.1093/cid/cix392

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.