Leia mais:
Leia mais:
Caso clínico: Paciente de 70 anos com dor lancinante na perna
O início do tratamento anti-hipertensivo pode ter impacto na qualidade de vida?
Quiz: Mulher com lesões amareladas nas pálpebras. Qual o diagnóstico?
Renina e o diagnóstico de hiperaldosteronismo primário
ESC 2021: qual é a meta pressórica ideal em pacientes hipertensos idosos?

Caso clínico: Paciente de 70 anos com dor lancinante na perna

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Paciente hipertenso mal controlado dá entrada no setor de pronto atendimento com dor lancinante em membro inferior direito. Refere já ter dor na perna de longa data, mas que piorou muito nas últimas horas. Refere ser hipertenso, mas não sabe os remédios que faz uso. Refere ainda que fez cateterismo há três anos atrás, não sabendo o resultado. 

Ao exame paciente encontra-se lúcido, com dor EVA 10 em membro inferior direito já comprometendo também o membro inferior esquerdo. 

Apresenta taquipneia sem dessaturação, com ausculta pulmonar normal, o ritmo cardíaco é irregular e o paciente apresenta-se taquicárdico e hipertenso.

É atendido e medicado com analgésicos, melhorando a dor apenas após opioides. Foi reavaliado por outro médico horas após, ainda apresentando dor, cessando apenas com morfina. 

Ao monitor apresenta ritmo de fibrilação atrial com frequência cardíaca de 132 bpm e pressão arterial de 240×112 mmHg. A saturação é de 93% em ar ambiente, as custas de uma taquineia (27 irpm). A ausculta pulmonar permanece normal. 

Após morfina venosa, o paciente refere melhora da dor, porém relata não mais conseguir movimentar os membros inferiores. Não há resposta aos estímulos táteis e apresenta arreflexia crural bilateral. Os membros não são cianóticos, porém não se palpam pulsos, nem mesmo o femoral.

O ECG mostra ritmo de fibrilação atrial com sinais de sobrecarga ventricular esquerda:

dor na perna

Quiz

Quiz PEBMED

Autor:

Veja outros casos clínicos:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.