Leia mais:
Leia mais:
A ilusão da MBE [vídeo]
Prescrição de exames na prática clínica: quais os critérios para solicitá-los? [podcast]
Confira os melhores momentos da live de lançamento da 7ªed. da Revista PEBMED com foco em MBE na Decisão Clínica.
Revista PEBMED: 7ª edição traz MBE; baixe grátis!
Você sabe o que é a Campanha do Laço Branco? [Podcast Papo de Enfermeiro #04]

Como aplicar uma evidência na prática: decisão médica compartilhada

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

nova edição da Revista PEBMED trará tudo o que o médico precisa saber sobre a Medicina Baseada em Evidências. Como forma de te deixar por dentro do que ela abordará, estamos trazendo um pouco dos principais temas.  Nesse texto, comentamos o artigo sobre como aplicar a evidência na tomada de decisão médica.

decisão médica em conjunto com o paciente

Tomada de decisão médica

A tomada de decisão deve ser um processo que envolve tanto o médico quanto o paciente. Os modelos de tomada de decisão compartilhada, que consideram as preferências do paciente nas condutas médicas, diante das melhores evidências disponíveis, vêm ganhando espaço cada vez maior na prática.

Os objetivos do processo de decisão compartilhada incluem melhorar o conhecimento do paciente acerca da direção, magnitude e precisão dos efeitos do tratamento, elevando o envolvimento do paciente e reduzindo o conflito entre as recomendações do médico e as preferências e valores do paciente. Em geral, é melhor aplicada em decisões que envolvem uma avaliação do benefício contra o risco ou nas que exijam motivação e ação do paciente, como as que dependem da adesão a um tratamento específico.

Evidências e comunicação

Para que a tomada de decisão seja realmente compartilhada, o paciente precisa estar informado sobre suas opções e a forma como as informações são apresentadas pode fazer diferença. Outros fatores, como concepções prévias em relação ao risco basal de determinada condição e características pessoais, também podem influenciar a tomada de decisão.

Veja mais: Origens e Fundamentos da MBE – Parte 2: Entendendo a real importância de aprender a analisar criticamente a validade de uma evidência científica

Com isso, é preciso ter em mente que a comunicação de evidências envolve não só a interpretação adequada do significado numérico dos resultados, mas também compreender como sentimentos e emoções podem influenciar a tomada de decisão. Da mesma forma, estilo de vida, profissão e valores individuais podem influenciar na escolha por uma ou outra forma de terapia e estes não podem deixar de ser considerados e valorizados.

As ferramentas de auxílio para tomada de decisão podem ajudar no processo de decisão compartilhada, podendo ser construídas em diversas mídias. Compartilham alguns objetivos, como informar, de forma baseada em evidências, a cerca de opções disponíveis, encorajar os pacientes a participar de forma ativa no processo de tomada de decisão e ajudar os indivíduos a pensar no que eles valorizam para que suas escolhas reflitam seus valores e preferências.

A decisão compartilhada enfatiza o respeito, autonomia e o direito à participação dos pacientes nas decisões clínicas que se referem à sua saúde. A participação ativa dos pacientes na tomada de decisão é um dos pilares do processo e deve ser sempre buscada pelo médico junto ao paciente para aplicação de uma verdadeira prática clínica baseada em evidências.

sétima edição da Revista PEBMED será lançada amanhã, dia 25/01. Fique ligado!

Confira outros temas abordados na revista:

Referências bibliográficas:

  • GUYATT, G.; RENNIE, D.; MEADE, MO.; COOK, DJ. Users’ Guide to the Medical Literature: Manual for evidence-based clinical practice. 3rd edition. Nova York: McGraw-Hill Education, 2015
  • ZIKMUND-FISHER, B. J.; FAGERLIN, A.; UBEL, P. A. Risky feelings: Why a 6% risk of cancer doesn’t always feel like 6%. Patient Educ Couns, v. 81, n. S1, p. S87–S9
  • COVEY, J. A Meta-analysis of the Effects of Presenting Treatment Benefits in Different Formats. Med DecisMaking, v. 27, p. 638–654, 2007.
  •  DRUG AND THERAPEUTICS BULLETIN. An introduction to patient decision aids. BMJ, v. 347, p. f4147, 2013.
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.