Página Principal > Residência Médica > Como estudar para a prova de residência médica
medico segurando um tablet

Como estudar para a prova de residência médica

Tempo de leitura: 2 minutos.

Ao término da faculdade, o médico, agora formado, encontra um desafio ainda maior: conseguir a tão sonhada vaga de residência médica. Para isso, o primeiro passo é estudar para a prova de residência, que em instituições mais disputadas, como USP e UFRJ, a relação candidato/vaga pode chegar a 16. A PEBMED separou algumas dicas para te ajudar nessa!

Como escolher a especialização certa

Se você saiu da faculdade ainda na dúvida, a melhor maneira de escolher a especialidade certa é conhecendo mais sobre a rotina de cada profissional. Pensando nisso, a PEBMED preparou um especial com diversos artigos sobre cada especialidade médica. Você pode conferir esse conteúdo clicando aqui.

Como se preparar

Saiba onde você quer chegar

Trace objetivos: Em qual instituição você quer cursar a residência? Pública ou privada? Dedique-se 100% a essas escolhas, pois dessa maneira será possível focar os estudos para a prova de residência em conteúdos e questões mais específicas.

Estude de maneira eficiente

Algumas pessoas estudam melhor individualmente, outras preferem grupos de estudos. Não há uma regra, o importante e encontrar o que é certo para você e que te traz mais produtividade e retorno.

Escolha os melhores materiais

Não perca tempo estudando o que não vai cair na prova de residência. Tente, sempre que possível, basear seu estudo em exames anteriores da especialidade/instituição que você definiu como foco.

Veja mais dicas com o médico Pedro Gemal em nosso vídeo:

3 estratégias para a hora H:

Tenha organização

Em geral, as provas de residência são estruturadas em níveis de dificuldade (ex: 40 % fácil, 30 % médio e 30 % difícil). Portanto, priorize ler toda a prova (fazer rapidamente as questões que considera fácil e pular as que você não tem certeza), para poder mapear e se organizar em relação ao tempo.

Atente-se aos indícios

Algumas perguntas podem conter indícios da resposta correta:

  • Palavra-chave no enunciado que aparece somente na opção certa;
  • Alternativa com uma resposta mais longa e elaborada, enquanto as opções erradas são curtas e vagas;
  • Alternativa que ficou em negrito, caixa alta ou com parágrafo em destaque (acredite, isso acontece!).

livro de medicina para prova de residência

Desconfie

  • Sempre desconfiar de opções que contenham expressões “definitivas”: somente, nenhum, nunca, sempre, todos…
  • Nas opções com elementos, atentar para a frequência em que estes elementos ocorrem em diferentes alternativas. A lógica é que os elementos corretos apareçam em maior número de opções.

Leia também: ‘5 dicas para a prova de R3’

 

Residência médica fora do Brasil

Fazer residência em outros países é uma oportunidade muito importante na carreira do médico, mas que vem com muitos desafios. Para falar mais sobre o assunto, recebemos Adriano Veloso, Residente de Clínica Médica do Hospital Copa D’or, que passou um mês no Texas Heart, nos Estados Unidos. Veja em nosso vídeo:

Faça também o download GRÁTIS do nosso e-book: guia estatístico das provas de Residência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.