Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Pfizer terá de transportar vacinas contra a Covid-19 a -70 °C: como vencer o desafio logístico?
Vacinas contra Covid-19 criaram desafios logísticos no mundo.

Pfizer terá de transportar vacinas contra a Covid-19 a -70 °C: como vencer o desafio logístico?

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

A Pfizer anunciou resultados de “90% de eficácia” da sua vacina contra Covid-19 em um press release ainda sem a publicação completa dos dados científicos de Fase III, muito menos com revisão editorial etc, ficamos todos obviamente animados com notícias positivas sobre vacinas, mas cabem algumas reflexões.

Esses anúncios ocorrem em oncologia também, algumas vezes semanas antes de congressos, na maioria das vezes sem muitos detalhes, apenas informando “que o desfecho primário foi alcançado”. Verdade que anúncios negativos também ocorrem, são empresas com milhares de acionistas, listadas em bolsa e com práticas de governança muito sérias.

Leia também: Entre liberações e interrupções: como funcionam os ensaios clínicos de vacinas?

Complicações logísticas

Na “Corrida da Vacina”, a Pfizer assumiu momentaneamente a dianteira. A escolha por criar uma vacina a partir da tecnologia da modificação do RNAm se mostrou acertada, talvez seja uma das mais eficazes. No entanto é um produto muito termossensível.

E com isso vem um desafio global gigantesco de logística! Mesmo nos EUA! Refrigeradas entre -2 a -8 °C, as vacinas da Pfizer duram 5 dias. A empresa desenvolveu câmaras geladas que atingem inimagináveis -75 °C!

Isso permitirá que as vacinas contra Covid-19 possam ser armazenadas por até seis meses. Com temperatura mais quentes que -60 °C, a vacina dura só 15 dias.

Serão necessárias embalagens especiais para serem adaptadas aos postos de vacinação e viabilizar que sejam conservadas por até 15 dias…haja gelo seco!!! E lembrando que todos devem se vacinar DUAS vezes no intervalo de 28 dias…o que aumenta ainda mais o gigantesco desafio logístico!

Saiba mais: Resultados de mais dois estudos de vacinas contra a Covid-19 são favoráveis

Nos Estados Unidos, a UPS e a Fedex estão construindo áreas especiais para armazenamento das mesmas.

E quanto já custou esta vacina? A PFIZER informa que custo de desenvolvimento da vacina já chegou a 2 bilhões de dólares e está longe de terminar…e não sabemos quantos meses a PFIZER demoraria para atender a demanda de outros países. Já foram 100 milhões de doses reservadas para os EUA e outras 200 milhões para a Europa.

Apesar da grande “expertise” em vacinas não temos capacidade instalada para produzir esta vacina tão complexa.

Apesar dessas questões, as ações da PFIZER subiram +8,37%. As da Astrazeneca caíram e a da Sinovac fecharam estáveis. O mercado tem noção do desafio logístico?

Não temos — ainda — acordo para compra dessa vacina, mas o governo disse que demostrou interesse embora a empresa alegue que nunca obteve retorno, ainda assim a PFIZER deve solicitar autorização para a ANVISA para uso emergencial.

Outras opções

A vacina de RNA da Moderna pode ser mantida a -20 °C  e dura 14 dias após ser descongelada. As vacinas de vetores virais contra Covid-19 (Oxford e Sputnik) podem ser mantidas a -2 °C.

A da Pfizer é a mais complexa em termos de logística. As demais devem ter eficácia menor, algo entre 50-70% segundo estimativas.

Será que no posto de saúde teremos geladeiras apropriadas, gerador e gelo seco para dar conta desta demanda? E o Amapá segue com luz racionada, 6 horas com e 6 horas sem. E algumas cidades sem luz desde a semana passada. E somos o país da gambiarra, como faremos?

Autor(a):

Referências bibliográficas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.