Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Covid-19: Conselho Brasileiro de Oftalmologia lança Manual para Retomada das Atividades
Olho de paciente esperando para ser atendido por oftalmologista durante a pandemia de Covid-19

Covid-19: Conselho Brasileiro de Oftalmologia lança Manual para Retomada das Atividades

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

No final de maio o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) lançou um documento que aborda os quesitos necessários para a segurança do médico oftalmologista, sua equipe e o paciente na retomada das atividades eletivas oftalmológicas, em tempos de Covid-19.

Leia também: Qual o papel dos oftalmologistas na epidemia pelo novo coronavírus?

Quanto à equipe de clínicas e consultórios de oftalmologia orienta-se:

  • Cuidados fora do ambiente de trabalho:
    • É recomendado não ter contato com familiares do grupo de risco (pessoas com comorbidades e idosos);
    • Usar máscara de proteção desde a saída de sua residência até o retorno;
    • Caso não possa evitar transporte público, usar máscara e utilizar álcool gel para higiene das mãos com frequência;
    • Não utilizar adornos e manter o cabelo preso ao sair de casa;
    • Evitar tocar olhos, nariz e boca e higienizar adequadamente as mãos com água e sabão;
    • Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;
    • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;
    • Ao chegar em casa retirar sapato e deixá-los em local isolado. As roupas devem ser lavadas o quanto antes com água e sabão.
  • Cuidados no ambiente de trabalho:
    • Ao chegar na Instituição, passar pelos procedimentos de higienização das mãos com água e sabão e posteriormente com álcool 70%;
    • Orientar roupas e calçados exclusivos para atividades na instituição de oftalmologia, trocados diariamente;
    • Realizar paramentação conforme necessidade e atividade a ser realizada;
    • Uso do faceshield para recepção, auxiliar de enfermagem e serviços gerais.

Veja também: Junho Violeta: mês de conscientização e prevenção do ceratocone

Dentre as recomendações de sala de espera e atendimento aos pacientes orienta-se:

  • Disponibilização de álcool gel para pacientes, acompanhantes e colaboradores;
  • Solicitar que cada paciente preferencialmente não venha acompanhado. Para os casos que necessite, orienta-se que leve apenas 1 pessoa;
  • Intensificação da rotina de higienização das salas de espera (a cada 15 min), bem como dos consultórios e salas de exames (a cada atendimento realizado);
  • Se possível, evitar o confinamento dos pacientes, acompanhantes e colaboradores em ambientes fechados e/ou, climatizados por ar-condicionado. Recomenda-se manter as janelas abertas e o ambiente o mais arejado possível;
  • Acomodação dos pacientes de maneira a manter a distância de segurança recomendada em locais fechados (1 m);
  • Uso obrigatório de máscaras de todos do recinto, enquanto durar a pandemia.

 

É colocado como sugestão aos colegas oftalmologistas:

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabonete, alternativamente higienizar as mãos com álcool líquido ou em gel 70%;
  • Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos;
  • Se houver sintomas de gripe, tosse e/ou febre, informar para afastamento;
  • Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lavar sempre as mãos como já indicado;
  • Não compartilhar objetos pessoais;
  • Evitar aglomeração de pessoas, sobretudo em ambientes onde não seja possível garantir a ventilação adequada. Aumento do intervalo de marcação da agenda dos médicos;
  • Usar o protetor de respiração do biomicroscópio;
  • Dar preferência a realizar oftalmoscopia indireta ou biomicroscopia de fundo. NÃO REALIZAR OFTALMOSCOPIA DIRETA;
  • Salas e uso de instrumentos devem ser higienizados com álcool à 70% após cada atendimento de paciente.
  • Os médicos, técnicos de enfermagem e pessoal de apoio estão obrigados ao uso de EPIs em TODOS os atendimentos (com ou sem suspeita de Covid-19);
  • Diante deste cenário, a aferição da pressão intraocular é recomendada com tonômetro de aplanação. Não é recomendado a utilização do tonômetro de sopro pelo risco de contaminação. A desinfecção dos tonômetros deve ser realizada antes e após a medição de cada paciente.
  • No Centro Cirúrgico
    • Paciente/responsável legal deve assinar o termo de consentimento de pandemia antes de qualquer procedimento cirúrgico;
    • O uso de campo cirúrgico estéril descartável cobrindo toda a face do paciente é sugerido.

Quer ler o manual completo? Acesse https://www.cboinfocovid19.com.br/app_covid19

Autor(a):

Referencias bibliográficas:

  • Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Manual de Boas Condutas para Retomada de Atividades Eletivas em Oftalmologia em Tempos de Covid-19 – Versão Atualizada. Acesso: 09 de junho de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.