Leia mais:
Leia mais:
A associação covid-19 e diabetes mellitus gestacional aumenta o risco de desfechos desfavoráveis
Identificada em São Paulo subvariante inédita da covid-19
ATS 2022: Diretrizes para pesquisa de agentes virais não influenza em PAC
Lactobacillus rhamnosus GG – tudo que você precisa saber
Doação de leite humano é impactada negativamente pela Covid-19, segundo estudo

Covid-19 e volta às aulas: a importância da microbiota intestinal saudável

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Este conteúdo foi produzido pela PEBMED, em parceria com Cellera Farma de acordo com a Política Editorial e de Publicidade do Portal PEBMED.

O retorno às aulas gera apreensão nas crianças, adolescentes e principalmente nos seus familiares devido ao atual contexto pandêmico da Covid-19. Há diversas dúvidas em relação à segurança da volta às aulas presenciais e de como preparar-se para esse momento, sendo as medidas preventivas imprescindíveis. 

Apesar de predominantemente cursar com sintomas respiratórios, a infecção pelo SARS-CoV-2 sabidamente pode também apresentar-se com sintomas gastrointestinais devido a presença de receptores da enzima conversora de angiotensina 2 (ECA-2) em sítios do trato gastrointestinal (TGI), influenciando na manifestação dos sintomas digestivos e também na composição e organização da microbiota intestinal¹. 

microbiota intestinal

Microbiota intestinal saudável

A dieta, os fatores ambientais, o uso de probióticos, os fatores genéticos entre outros, influenciam na microbiota intestinal e geram repercussão sobre o sistema imune dos pacientes, sendo este fundamental para uma resposta imunológica efetiva². A composição e a diversidade da microbiota alteram-se com o passar dos anos, o que pôde se correlacionar a desfechos mais desfavoráveis em pacientes idosos previamente à instituição das vacinas. Em pacientes hospitalizados com Covid-19 observa-se também um grande impacto desta infecção no microbioma, resultando em um aumento de patógenos oportunistas e diminuição significativa de microrganismos comensais benéficos para o hospedeiro, resultando em disbiose³.   

Saiba mais em: Disbiose, doenças Inflamatórias intestinais e probióticos  

Na população pediátrica, pela baixa expressão dos receptores ECA-2 no epitélio respiratório e em outros sistemas, há uma menor possibilidade de infecção grave pelo SARS-COV-2, o que torna essa população menos passível de manifestar os sinais e sintomas da Covid-194.  Logo, devido a menor prevalência da Covid-19 assim como de comorbidades e complicações quando comparada com a população geral, direcionar aos pacientes pediátricos medidas preventivas torna-se o ponto crucial para manejo da infecção, transmissibilidade e suas consequências5.   

Probióticos na melhora da resposta imune 

Como medida de prevenção, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) apoia e incentiva a vacinação em crianças de 5 a 11 anos de idade até o momento6. Estudos têm demonstrado uma relação positiva no uso dos probióticos, com destaque para o Lactobacillus rhamnosus GG (LGG®) na amplificação da resposta imune vacinal em quadros respiratórios prévios, o que poderia ser estendido para a Covid-197. No entanto, além dessa medida indispensável, que é a vacinação, trabalhos científicos têm evidenciado a importância de um bom estado imunológico para uma resposta imune eficaz na prevenção e combate das infecções respiratórias.  Diversos fatores influenciam no funcionamento do sistema imunológico, dentre eles destacam-se a nutrição adequada e a microbiota intestinal saudável.  

A disbiose resultante da Covid-19 permite que diversos patógenos oportunistas, como fungos e bactérias, predomine na luz intestinal, proporcionando uma desregulação dos mecanismos inflamatórios que, em geral, são também coordenados pela presença dos microorganismos comensais. Nesse contexto, ressalta o benefício do uso do LGG® como terapia adjuvante e preventiva em quadros infecciosos virais, como na Covid-198.  Ele atua na prevenção, por manter auxiliar na homeostase intestinal repercutindo no sistema imunológico9.  Após a infecção estabelecida pelo SARS-CoV-2 e sua manifestação no TGI, o uso dos probióticos busca o restabelecimento da microbiota intestinal, diminuindo as citocinas pró-inflamatórias, com efeitos antivirais afetando positivamente as funções imunológicas do hospedeiro durante a infecção e resultando em melhora clínica10.   

Sendo assim, a manutenção de um hábito de vida que priorize uma oferta correta de macro e micronutrientes através da alimentação, associada às demais medidas preventivas, como o uso de máscara no ambiente escolar, a higienização correta e frequentes das mãos e a vacinação na faixa etária adequada potencializam a segurança do retorno às aulas e minimizam a taxas de infecção de transmissibilidade da doença. O LGG® atua como adjuvante na prevenção e tratamento da Covid-19, com base em evidências, reforçando o grande potencial dos probióticos sobre as infecções respiratórias.  

Confira outros conteúdos do Portal PEBMED em parceria com a Cellera Farma:

Referências bibliográficas:  

  1. Effenberger M, Grabherr F, Mayr L, et al. Faecal calprotectin indicates intestinal inflammation in COVID-19. Gut. 2020;69(8):1543-1544. doi:10.1136/gutjnl-2020-321388 
  2. Childs CE, Calder PC, Miles EA. Diet and Immune Function. Nutrients. 2019;11(8):1933. Published 2019 Aug 16. doi:10.3390/nu11081933 
  3. ​​Zuo T, Zhang F, Lui GCY, et al. Alterations in Gut Microbiota of Patients With COVID-19 During Time of Hospitalization. Gastroenterology. 2020;159(3):944-955.e8;  
  4. Alsohime F, Temsah MH, Al-Nemri AM, Somily AM, Al-Subaie S. COVID-19 infection prevalence in pediatric population: Etiology, clinical presentation, and outcome. J Infect Public Health. 2020;13(12):1791-1796;  
  5. Costagliola G, Spada E, Consolini R. Age-related differences in the immune response could contribute to determine the spectrum of severity of COVID-19. Immun Inflamm Dis. 2021;9(2):331-339. doi:10.1002/iid3.404 
  6. Posicionamento SBIm/SBI/SBP sobre a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 com a vacina Pfizer/BioNTech – 20/12/2021; Dispoível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/carta-divulgacao-sbim-sbi-sbp-anvisa.pdf; Acesso em 05/02/2022; 
  7. Taghinezhad-S S, Mohseni AH, Bermúdez-Humarán LG, et al. Probiotic-Based Vaccines May Provide Effective Protection against COVID-19 Acute Respiratory Disease. Vaccines (Basel). 2021;9(5):466. Published 2021 May 6. doi:10.3390/vaccines9050466 
  8. Shahbazi R, Yasavoli-Sharahi H, Alsadi N, Ismail N, Matar C. Probiotics in Treatment of Viral Respiratory Infections and Neuroinflammatory Disorders. Molecules. 2020;25(21):4891. Published 2020 Oct 22. doi:10.3390/molecules25214891 
  9. Shi CW, Cheng MY, Yang X, et al. Probiotic Lactobacillus rhamnosus GG Promotes Mouse Gut Microbiota Diversity and T Cell Differentiation. Front Microbiol. 2020;11:607735. Published 2020 Dec 17. doi:10.3389/fmicb.2020.607735 
  10. Xavier-Santos D, Padilha M, Fabiano GA, et al. Evidences and perspectives of the use of probiotics, prebiotics, synbiotics, and postbiotics as adjuvants for prevention and treatment of COVID-19: A bibliometric analysis and systematic review [published correction appears in Trends Food Sci Technol. 2022 Jan 31;:]. Trends Food Sci Technol. 2022;120:174-192. doi:10.1016/j.tifs.2021.12.033 
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    Este conteúdo foi produzido pela PEBMED, em parceria com Cellera Farma de acordo com a Política Editorial e de Publicidade do Portal PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.