Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

O dia 18 de maio foi instituído como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. Saiba mais.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

O dia 18 de maio foi instituído pela Lei 9.970 de 2000, como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. A data faz referência a um crime brutalmente cometido contra uma criança de 8 anos de idade, Araceli Cabrera Crespo, que foi espancada, abusada sexualmente, drogada e morta, sendo seu corpo encontrado seis dias após o seu desaparecimento, próximo a cidade de Vitória, no Espírito Santo. 

No dia 18 de maio, e também em todo o mês de maio, com alusão a cor laranja, campanha “Maio Laranja”, ocorrem debates e reflexões sobre violência infantil e formulação de políticas públicas de proteção à infância conduzidas por entidades governamentais e não governamentais, bem como representantes da sociedade civil. A campanha, que é lançada anualmente pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, através da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, realiza atividades de conscientização, prevenção, orientação, e combate ao abuso e exploração sexual de criança e adolescentes. 

dia nacional contra o abuso e exploração sexual infantil

O abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

O conceito de “abuso sexual” é descrito como “violência que acontece dentro do ambiente doméstico ou fora dele, mas sem a conotação da compra de sexo, podendo o agressor ser pessoa conhecida ou desconhecida da vítima. Uma relação adultocêntrica; o agressor (pais/ responsáveis legais/pessoas conhecidas ou desconhecidas) domina a criança e/ou adolescente, se apropriando e anulando suas vontades, tratando-os, não como sujeitos de direitos, mas sim como objetos que dão prazer e alívio sexual.”

É importante lembrar ainda que a exploração sexual é todo o ato de cunho erótico, tendo ou não contato físico, apresentando ou não uso de força, que ocorre entre um adulto ou adolescente mais velho e uma criança ou adolescente.  

O art 5º do Estatuto da Criança e do Adolescente, garante que toda criança e adolescente, não “será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão (…).” O Estatuto da Criança e do Adolescente e também a Constituição Federal afirmam ser “dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, (…), à dignidade, ao respeito (…)” de toda criança e adolescente.

Leia também: Quais os desfechos de longo prazo do abuso físico infantil?

Considerações

Apesar das leis de proteção à criança e ao adolescente, no período de 8 anos, entre 2011 e 2019, a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos registrou mais de 200 mil denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes, considerando que os estudos apontam para um percentual de notificação de apenas 10% dos casos. Um total de 85% a 90% dos agressores sexuais são pessoas conhecidas pela vítima, sendo 30% pais. Cerca de 72% dos casos ocorre dentro da residência onde a criança ou adolescente moram.

Diante de qualquer suspeita de maus tratos à criança ou adolescente, é dever do profissional de saúde e da instituição de saúde notificar o caso e comunicar ao conselho tutelar da respectiva localidade. Por questões éticas é necessário que o profissional esclareça que não se trata de uma ação de cunho policial, mas sim de prover a criança e família proteção e ajuda competente. 

Referências bibliográficas:

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão