Página Principal > Neurologia > Droga para asma pode reduzir risco de Parkinson
mãos de um idoso

Droga para asma pode reduzir risco de Parkinson

Tempo de leitura: 2 minuto.

O aumento da expressão do gene SNCA é um fator de risco para a doença de Parkinson. Em artigo publicado na revista Science, pesquisadores encontraram indícios de que o salbutamol, um agonista dos receptores adrenérgicos β2 de curta duração utilizado para tratamento da asma, pode mitigar esse risco.

Com o objetivo de encontrar medicamentos que podem reduzir a expressão do gene SNCA, pesquisadores examinaram 1.126 compostos, incluindo drogas aprovadas pela FDA. Quatro fármacos foram identificados, sendo três deles agonistas dos receptores adrenérgicos β2.

Veja também: ‘Alteração visual indica Parkinson?’

Um dos medicamentos analisados foi o clenbuterol que, em experimentos com camundongos, reduziu a expressão do gene SNCA em parte do cérebro afetado por Parkinson e protegeu neurônios tipicamente destruídos pela doença.

A equipe também encontrou uma conexão entre essas drogas e Parkinson em pessoas, através de uma análise feita com os dados médicos de 4,6 milhões de pessoas na Noruega, entre 2004 e 2014.

Indivíduos que tomavam salbutamol apresentaram um risco reduzido de desenvolver Parkinson ([RR]: 0,66; intervalo de confiança de 95%: 0,58 a 0,76). Em contrapartida, indivíduos que utilizaram bloqueadores beta-adrenérgicos, como o propranolol, apresentaram um risco aumentado.

E mais: ‘Uso de estatina é associado ao desenvolvimento de Parkinson’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

  • β2-Adrenoreceptor is a regulator of the α-synuclein gene driving risk of Parkinson’s disease. Science 2017, DOI: 10.1126/science.aaf3934

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.