Leia mais:
Leia mais:
Metade da população mundial sofre de cefaleia, aponta estudo norueguês
Enxaqueca e resultados perinatais adversos na gravidez
Síndrome do Gêmeo Desaparecido: entenda o caso [podcast]
Gravidez e Covid-19: quais os riscos? [podcast]
Enxaqueca: Diagnóstico e tratamento em 10 etapas

Enxaqueca e resultados perinatais adversos na gravidez

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Os quadros de enxaqueca acometem em torno de 28% de mulheres em idade fértil. Fisiopatologicamente, a migrânea cursa com processo inflamatório sistêmico, disfunção endotelial e aumento, portanto, de eventos tromboembólicos relacionados a gravidez.

Uma revisão sistemática publicada no Obstetrical Gynecological Survey em 2019 já estudou os efeitos adversos de pacientes com migrânea relacionados à origem placentária, incluindo Doenças Hipertensivas e parto prematuro.

Leia também: Migrânea: como identificar e tratar?

Enxaqueca e resultados perinatais adversos na gravidez

Análise recente

No American Journal of Obstetrics and Gynecology do último 30 de abril de 2022 foi publicado um estudo para testar a hipótese de estudo em pacientes nuliparas com antecedente de migrânea referida e sua associação com taxas maiores de efeitos adversos na gravidez.

O estudo nuMOM2b (Nulliparous Pregnancy Outcomes Study Monitoring Mothers-to-be — estudo de monitoramento gestacional de nulíparas que desejam ser mães) envolveu 10.038 mulheres americanas com gestações únicas em seguimento desde a gravidez precoce até o parto. Incluíram-se mulheres no primeiro trimestre com história de migrânea. Definiu-se como Desfecho Gestacional Adverso ≥ 1 se algum dos seguintes eventos estiverem presentes:

  • hipertensão gestacional;
  • pré-eclâmpsia/eclâmpsia;
  • parto pré-termo;
  • pequeno para idade gestacional (feto ao nascimento);
  • natimorto.

Os antecedentes patológicos como hipertensão, obesidade, tabagismo e outras comorbidades foram comparados entre participantes do estudo que tinham ou não migrânea.

Achados

Concluíram o estudo 9.450 pacientes com 19,1% (1752) queixando-se de migrânea desde a primeira visita ao pré-natal. Após ajuste de todos os fatores que diferiram para p< 0,1 em análises univariáveis, as participantes com migrânea apresentaram taxas maiores de desfechos adversos gestacionais (OR ajustada 1,26, 95% IC; 1,12-1,41). Essas pacientes com migrânea também referiram proporcionalmente maior proporção de tabagismo recente, doenças autoimunes e doenças renais crônicas.

Saiba mais: Migrânea com aura: lamotrigina pode ser uma alternativa eficaz na profilaxia?

Olhando para os desfechos individualmente, as participantes evoluíram com chances maiores de doenças hipertensivas e partos prematuros. Os desfechos com atenção a natimortos e pequenos para idade gestacional não apresentaram prevalência relevante.

“Os quadros de migrânea podem então estar subrreconhecidos como fatores de risco para efeitos adversos gestacionais”, finalizam os autores.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Miller EC, Chau K, Mammadli G, Levine LD, Grobman WA, Wapner R, Bello NA, Migraine and adverse pregnancy outcomes: the nuMoM2b study, American Journal of Obstetrics and Gynecology. 2022. DOI: 10.1016/j.ajog.2022.04.049.
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.