Estudo sugere que pais devem colocar os filhos para dormirem sozinhos entre 4 e 9 meses de idade

Em novo artigo publicado na Pediatrics, pesquisadores avaliaram a associação entre compartilhar o mesmo quarto e os desfechos no sono do bebê.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

A American Academy of Pediatrics recomenda que os pais durmam no mesmo quarto dos filhos até que eles completem 1 ano de idade. Em novo artigo publicado na Pediatrics, pesquisadores avaliaram a associação entre compartilhar o mesmo quarto e os desfechos no sono do bebê.

Para o estudo, pesquisadores analisaram as respostas das mães em um questionário sobre sono infantil aos 4, 9, 12 e 30 meses, do Intervention Nurses Start Infants Growing on Healthy Trajectories Study, um ensaio clínico de prevenção da obesidade.

A duração do sono relatada e os comportamentos durante a noite, ajustados para o grupo de intervenção, foram comparados e separados em três grupos:

1) lactentes que dormiam separados dos pais precocemente (quarto próprio < 4 meses)
2) lactentes que dormiam separados dos pais posteriormente (quarto próprio entre 4 e 9 meses)
3) lactentes que ainda compartilhavam o quarto com os pais aos 9 meses

Veja também: ‘Berço seguro: o que podemos fazer para garantir a adesão às diretrizes?’

Aos 4 meses, a duração do sono durante a noite foi semelhante entre todos os grupos, mas em comparação com grupo 3 (compartilhavam o mesmo quarto), os bebês que dormiam sozinhos apresentaram melhor consolidação do sono (46 minutos a mais de sono; p = 0,02).

Aos 9 meses, lactentes do grupo 1 (separados dos pais precocemente) dormiam 40 minutos a mais por noite do que os do 3, e 26 minutos a mais do que os do grupo 2 (separados dos pais posteriormente; p = 0,008).

A maior diferença no tempo de sono no grupo 1 foi de 100 e 45 minutos a mais do que os grupos 2 e 3, respectivamente (p = 0,01). Aos 30 meses, os lactentes do grupo 2 dormiam >45 minutos a mais por noite do que os do 3 (p = 0,004).

Os participantes que compartilhavam o quarto apresentaram 4 vezes mais chance de mudar para a cama dos pais durante a noite, tanto aos 4 como aos 9 meses (p <0,01).

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que colocar os filhos para dormir no mesmo quarto entre 4 e 9 meses de idade está associado a menor duração do sono (a curto e longo prazo), redução da consolidação do sono, e práticas inseguras que já são relacionadas à morte súbita do lactente.

*Esse artigo foi revisado pelo médico Eduardo Moura.

Quer receber diariamente notícias médicas no seu WhatsApp? Cadastre-se aqui!

Referências:

  • Mother-Infant Room-Sharing and Sleep Outcomes in the INSIGHT Study. Ian M. Paul, Emily E. Hohman, Eric Loken, Jennifer S. Savage, Stephanie Anzman-Frasca, Patricia Carper, Michele E. Marini, Leann L. Birch. Pediatrics Jul 2017, 140 (1) e20170122; DOI: 10.1542/peds.2017-0122
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão

Especialidades