Pebmed - Notícias e Atualizações em Medicina
Cadastre-se grátis
Home / Colunistas / Exposição perinatal a ftalatos pode diminuir funções motoras em crianças?
médica examinando bebê que teve exposição perinatal a ftalatos

Exposição perinatal a ftalatos pode diminuir funções motoras em crianças?

Esse conteúdo é exclusivo para
usuários do Portal PEBMED.

Tenha acesso ilimitado a todos os artigos, quizzes e casos clínicos do Portal PEBMED.

Faça seu login ou inscreva-se gratuitamente!

Os ftalatos são um grupo de produtos químicos de alta produção que são usados como plastificantes e intensificadores de odor. Esses compostos são detectados em recipientes para alimentos, brinquedos de plástico, utensílios domésticos e cosméticos. Como os ftalatos são apenas fracamente ligados aos plásticos, eles são liberados no meio ambiente e absorvidos principalmente por alimentos contaminados, ar inalado e pela epiderme.

Além disso, os ftalatos atravessam a barreira placentária e estão associados a menor idade gestacional, menor desenvolvimento reprodutivo masculino e déficits na função cognitiva e nos resultados comportamentais. Acredita-se que esses elementos atrapalham a função endócrina e, possivelmente, interferem no desenvolvimento cerebral intraútero.

Um grupo de pesquisadores do Columbia Center for Children’s Environmental Health (CCCEH) já havia relatado associações específicas de sexo à função motora considerando os ftalatos isoladamente. Como a exposição aos ftalatos geralmente ocorre como misturas, os cientistas, em novo estudo, avaliaram as associações entre uma mistura de ftalatos e a função motora e observaram uma ligação entre a exposição pré-natal aos ftalatos e déficits na função motora em meninas aos 11 anos de idade.

O estudo, intitulado Perinatal phthalates exposure decreases fine-motor functions in 11-year-old girls: Results from weighted Quantile sum regression, foi conduzido por Daniel e colaboradores e publicado recentemente na revista Environment International.

Exposição perinatal a ftalatos

Os dados provêm de um estudo de coorte prospectivo de mães e filhos que participaram da coorte de nascimentos do CCCEH. Sete metabólitos do ftalato foram medidos em spot urinário materno obtido durante o terceiro trimestre e a função motora foi avaliada usando a forma abreviada do Teste de Proficiência Motora Bruininks-Oseretsky, 2ª edição (Bruininks-Oseretsky Test of Motor Proficiency – BOT-2) aos 11 anos de idade.

Os pesquisadores utilizaram modelos de regressão da soma ponderada do quartil (Weighted Quartile Sum – WQS) para examinar o efeito dos metabólitos do ftalato em meninos e meninas separadamente. Os modelos foram ajustados para idade infantil em meses, índice de massa corpórea (IMC) infantil, raça materna (afro-americana x dominicana), consumo pré-natal de álcool, escore de desmoralização materna, escore Home Observation for Measurement of the Environment (HOME) e densidade urinária.

Mais da autora: Distúrbios cognitivos em bebês extremamente prematuros persistem mesmo após anos do nascimento

Em uma análise secundária, os pesquisadores aplicaram modelos de regressão linear para examinar a associação entre a soma das concentrações molares dos metabólitos ftalatos de di-(2-etil-hexilo) (di-2-ethylhexyl phthalates – DEHP) e não DEHP e os resultados das funções motoras grossas e finas.

Para esta análise, 209 pares mãe-filho foram elegíveis. Foi observada uma diminuição significativa nas funções motoras finas entre as meninas, mas não entre os meninos, após a exposição a altos níveis da soma ponderada do quartil de sete metabólitos de ftalato [estimativa do coeficiente ajustado por covariáveis ​​B = -2,7, intervalo de confiança de 95% (IC) – 4,64 a -0,75, p = 0,01 para meninas (n = 116) e B = -1,63, IC 95% -3,94 a 0,69, p = 0,16 para meninos (n = 93)].

Os metabólitos de ftalato mais pesados, associados a funções motoras finas entre as mulheres, foram o ftalato de monobutilo (mono-butyl phthalate – MBP), ftalato de mono-benzilo (mono-benzyl phthalate – MBzP) e ftalato de mono-isobutil (mono-isobutyl phthalate – MiBP), todos os ftalatos não-DEHP. Os pesquisadores não encontradas associações significativas entre a soma ponderada do quartil de sete metabólitos do ftalato e as funções motoras grossas aos 11 anos de idade no sexo masculino (B = -0,81, IC 95% – 1,17 a 1,96, p = 0,23).

Com a soma molar de quatro ftalatos não DEHP como principal preditor de modelos de regressão linear, os cientistas observaram uma diminuição significativa nas funções motoras grossas e finas entre as mulheres expostas a ftalatos não-DEHP no período pré-natal (B = −0,98, IC95% −1,98 a 0,03, p = 0,05 e B = -0,85, IC 95% -1,49 a -0,20, p = 0,01, respectivamente).

cadastro portal

Conclusões

Nesta coorte prospectiva de gestações, Daniel e colaboradores (2020) concluíram que a exposição pré-natal ao ftalato não DEHP foi associada à diminuição das funções motoras finas em meninas de 11 anos de idade. Os pesquisadores não encontraram associações para funções motoras finas para meninos ou para funções motoras grossas entre meninos e meninas.

Leia também: Terapias atuais para neuroproteção no cérebro prematuro

Para Pam Factor-Litvak, professor do Departamento de Epidemiologia da Columbia Mailman School of Public Health e um dos autores do estudo, existe uma crescente conscientização sobre o problema dos plásticos, que são destrutivos para a vida animal e para os ecossistemas. Segundo ele, esse estudo mostrou existirem novas evidências de que os ftalatos são prejudiciais à saúde das crianças.

Meninas com déficits nas habilidades motoras finas podem ter dificuldades com os trabalhos escolares, principalmente relacionados a problemas de escrita e uso de dispositivos eletrônicos, além de problemas com a coordenação olho-mão.

Autor:

Referências bibliográficas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×

Adicione o Portal PEBMED à tela inicial do seu celular: Clique em Salvar na Home Salvar na Home e "adicionar à tela de início".

Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.