Pneumologia

Fibrose Pulmonar Idiopática: estudo mapeia características de pacientes latino-americanos

Tempo de leitura: 2 min.

A fibrose pulmonar idiopática (FPI) é definida como uma forma de pneumonia intersticial fibrosante crônica e progressiva de causa desconhecida. Geralmente é irreversível, progressiva e fatal dentro de alguns anos. A doença apresenta fenótipos clínicos, tornando-se particularmente de difícil avaliação, mesmo em centros especializados. Por isso, foram desenvolvidos registros nacionais e regionais para obter uma compreensão mais clara de características radiológicas, funcionais e morfológicas da FPI.

Leia também: ATS 2022: novas diretrizes para o manejo da fibrose pulmonar idiopática

O objetivo principal do estudo foi determinar as características demográficas, clínicas, funcionais e radiológicas dos pacientes com FPI na América Latina no momento do diagnóstico e ao longo de sua doença e registrar os tratamentos utilizados, sua eficácia e sua segurança na prática clínica.

Métodos

Centros de referência em doenças intersticiais pulmonares de vários países da América Latina foram convidados a participar do registro. Os coordenadores nacionais foram encarregados de promover o registro em seu país e incentivar os pneumologistas a enviar dados de seus pacientes. De novembro de 2017 a novembro de 2019, pacientes com mais de 50 anos de idade com diagnóstico de FPI de acordo com os critérios da ATS/ERS/ALAT/JRS de 2011 foram incluídos, independentemente da progressão da doença.

Variáveis demográficas, clínicas, laboratoriais, tomográficas, funcionais, histopatológicas e de tratamento foram analisadas.

Resultados

Ao todo, 761 pacientes com FPI de 14 países da América Latina foram incluídos para análise, 74,7% eram do sexo masculino, com média de idade de 71,9 + 8,3 anos. Em geral, houve um longo período de sintomas antes do diagnóstico definitivo (mediana de 1 ano). Nos testes funcionais, detectou-se CVF de 70,9% e DLCO de 53,7%. Entre todos os participantes, 72% receberam ao menos um medicamento antifibrótico (pirfenidona ou nintedanib) e 11,2% dos pacientes tiveram uma exacerbação aguda, dos quais 38 (45,2%) morreram por esta causa.

​​O registro complementa os resultados relatados em outros estudos e ensaios clínicos randomizados e, como outros países, inclui maior proporção de pacientes idosos do sexo masculino. Ao exame físico, 97,2% dos pacientes apresentavam crepitações em velcro, destacando a importância desse sinal como ferramenta para a detecção precoce da FPI. É interessante notar que 8,4% dos pacientes incluídos tinham história familiar de fibrose pulmonar. Embora esse achado não foi corroborado por estudos genéticos, sugere que cerca de 1 em cada 10 pacientes com FPI aparentemente pode ter fibrose pulmonar familiar. Em termos de tratamento, é importante chamar a atenção para a baixa proporção de pacientes que foram tratados com corticosteroides e imunossupressores (4,2%). Este tratamento tem sido associado a uma maior taxa de hospitalização e mortalidade em pacientes com FPI.

Saiba mais: ATS 2022: inibidores de fosfodiesterase 4 para fibrose pulmonar idiopática

Mensagens Práticas:

  • A FPI é o protótipo das doenças intersticiais pulmonares e conhecer as características da doença é fundamental para o manejo;
  • A doença ainda é pouco reconhecida, o que aumenta o tempo do início de sintomas até o diagnóstico;
  • Os antifibróticos são as principais drogas utilizadas no tratamento, sendo utilizados por um número considerável de pacientes na América Latina, apresentando melhor perfil de tolerabilidade que os ensaios clínicos.
Compartilhar
Publicado por
Guilherme das Posses Bridi

Posts recentes

Gestão do tempo, um diferencial para o médico

Aprenda a organizar seu tempo de maneira mais eficiente. Participe de evento no próximo sábado,…

7 horas atrás

Como identificar o AVC isquêmico na tomografia computadorizada? [vídeo]

Na emergência é crucial identificar em qual fase do AVC o paciente se encontra, a…

8 horas atrás

Malária: estratégias de diagnóstico precoce e tratamento

A malária é um grande problema de saúde pública. Neste post, iremos revisar os principais…

9 horas atrás

Salbutamol traz benefícios para tratamento de crianças com asma aguda grave?

Estudo não encontrou benefício na adição de uma dose de ataque de salbutamol à infusão…

11 horas atrás

Endometriose confirmada por laparoscopia e o risco de acidente vascular cerebral

A endometriose é uma doença inflamatória com uma prevalência de 10% das mulheres na menacme.…

12 horas atrás

Langya henipavirus: estudo alerta surgimento de novo vírus na China

Um estudo anunciou a detecção de um novo tipo de henipavírus filogeneticamente distinto, o Langya…

15 horas atrás