Página Principal > Medicina Interna > Handoff pode influenciar na mortalidade de pacientes?
médicos conversando

Handoff pode influenciar na mortalidade de pacientes?

Queremos saber a sua opinião! Gostou de ouvir essa notícia em áudio? Clique aqui e responda nossa pesquisa.

Handoff é definida como a transição do cuidado do paciente para outro clínico através da transferência de informações, responsabilidade e autoridade (ou seja, o equivalente para a passagem de caso). Evidências crescentes indicam que essas transferências podem ser uma fonte de eventos adversos e erros.

Um estudo de coorte retrospectivo publicado recentemente no JAMA avaliou se pacientes que estão expostos à transição no final do plantão médico apresentam maior risco de mortalidade.

No total 230.701 pacientes foram avaliados em 10 universidades dos Estados Unidos, 95,8% eram homens e idade média foi de 65,6 anos. O tempo médio de permanência hospitalar foi de 4,2 dias (desvio padrão: 4,7). O estudo ocorre entre 2008 e 2014.

A transição dos pacientes no final do período do plantão médico foi associada com uma mortalidade intra-hospitalar significativamente maior (3,5% para a transição apenas entre internos versus 2,0% para o controle e 4,0% para a transição entre interno + médico-residente versus 2,1% para o controle).

O estudo mostrou que as transições realizados no final do período do plantão podem introduzir risco aos pacientes hospitalizados. Intervenções para melhorar essas transferências de pacientes podem ter benefícios significativos para a segurança do paciente.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Autora:

Referência:

  • Denson JL, Jensen A, Saag HS, Wang B, Fang Y, Horwitz LI, et al. Association Between End-of-Rotation Resident Transition in Care and Mortality Among Hospitalized Patients. JAMA. 2016 Dec 6;316(21):2204-2213. doi: 10.1001/jama.2016.17424.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.