Leia mais:
Leia mais:
Lenacapavir se mostra opção de antirretroviral eficaz em terapia de resgate
Cosméticos: conheça os novos conteúdos em Produtos Farmacêuticos
Ministério da Saúde lança as diretrizes para a distribuição de autotestes de HIV no país
Rastreio de TB em pacientes HIV internados: deve-se realizar teste molecular universal?
Quatro décadas enfrentando o HIV: em que pé estamos?

HIV: doença crônica

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

O tratamento antirretroviral tem avançado bastante desde seu início. Naquela época, a grande a quantidade de comprimidos diários dava origem ao “coquetel” e tínhamos disponível apenas o AZT, no final dos anos 80. A HAART, sigla em inglês para terapia antirretroviral altamente eficaz, surge em meados da década de 90 com os inibidores de protease, para fazer com que cada vez mais indivíduos alcançassem a carga viral indetectável.

Com o surgimento de novas classes e novas co-formulações, hoje em dia, o tratamento é possível com um comprimido por dia (tenofovir, lamivudina e efavirenz), a depender do esquema. A mais nova proposta de tratamento inicial com o dolutegravir, um inibidor da integrase, associado a dois inibidores da transcriptase reversa análogos ao nucleotídeo, tem uma ótima capacidade de supressão da replicação viral a curto prazo, excelente barreira genética e menos efeitos colaterais.

Estudos recentes mostram que pessoas que convivem com o HIV e mantém a carga viral indetectável não transmitem a doença. A meta 90/90/90 (90% de pessoas diagnosticadas, 90% em tratamento e 90% indetectável) tem sido implementada como uma tentativa de conter o avanço da infecção e já ganhou destaque até no CROI (conferência anual de doenças oportunistas e retrovírus) deste ano, considerado o evento mais importante relacionado ao HIV no mundo.

Uma sorologia positiva para o vírus já não é mais sentença de morte e cada vez mais a doença vai adquirindo “status” de cronicidade. Os efeitos adversos dos antirretrovirais associados à dislipidemia e as alterações inflamatórias intrínsecas à ação do vírus colocam o portador do HIV em maior risco para doenças cardiovasculares. Além disso, a expectativa de vida de uma pessoa indetectável e que tenha hábitos saudáveis é semelhante a de uma pessoa que não convive com o HIV, aumentando o tempo de exposição ao risco.

Dessa forma, mesmo não havendo a cura definitiva (esterilizante) até o momento, em grande parte por não se conseguir combater os vírus de seus reservatórios ou “santuários” no organismo, podemos muito bem falar em cura clínica (ou funcional) para os pacientes em tratamento, assintomáticos e com carga viral indetectável persistente.

É médico e também quer ser colunista da PEBMED? Clique aqui e inscreva-se!

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.