Leia mais:
Leia mais:
Indicações das vacinas contra o HPV no Brasil
Aberta consulta pública para inclusão de cinco medicamentos contra o câncer no rol da ANS
Lenvatinibe e pembrolizumabe para pacientes com câncer de endométrio avançado
Dia Mundial do Câncer: como está palavra conversa com você
O cuidado sobre a espiritualidade frente a pessoa com câncer

Lenvatinibe e pembrolizumabe para pacientes com câncer de endométrio avançado

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A incidência de câncer de endométrio está aumentando em todo o mundo, principalmente nos países mais desenvolvidos. Aproximadamente 10 a 15% das pacientes com câncer de endométrio apresentam o estágio avançado da doença, com uma sobrevida em cinco anos de 17%, entre as pacientes com metástases à distância. Nenhum tratamento foi globalmente aceito como padrão ouro para o tratamento do câncer de endométrio. Sendo assim, trago um artigo para discussão que teve o objetivo de avaliar a eficácia do levantinibe e pembrolizumabe para pacientes com câncer de endométrio avançado. 

câncer de endométrio

GLOUCESTER, UNITED KINGDOM - Jan 06, 2020: Medication in the form of capsules/pills/tablets against a white background

O estudo

Os pesquisadores desenvolveram um estudo de fase 3, no qual designaram aleatoriamente, em uma proporção de 1:1, pacientes com câncer de endométrio que havia recebido anteriormente pelo menos um regime de quimioterapia à base de platina para receber lenvatinibe (20 mg, administrado por via oral uma vez diariamente) mais pembrolizumabe (200 mg, administrado por via intravenosa a cada três semanas) ou quimioterapia de escolha do médico assistente (doxorrubicina a 60 mg por metro quadrado de superfície corporal, administrado por via intravenosa a cada três semanas, ou paclitaxel a 80 mg por metro quadrado, administrado por via intravenosa semanalmente [com um ciclo de três semanas e uma semana de folga]).

Método

Um total de 827 pacientes foram aleatoriamente designadas para receber lenvatinib mais pembrolizumab (411 pacientes) ou quimioterapia (416 pacientes). A mediana sem progressão da sobrevida foi maior com lenvatinib mais pembrolizumab do que com quimioterapia (6,6 vs. 3,8 meses; taxa de risco para progressão ou morte, 0,60; intervalo de confiança de 95% [IC], 0,50 a 0,72; P<0,001; global: 7,2 vs. 3,8 meses; razão de risco, 0,56; 95% CI, 0,47 a 0,66; P<0,001). A sobrevida global mediana foi maior com lenvatinib mais pembrolizumab do que com quimioterapia (17,4 vs. 12,0 meses; razão de risco para óbito, 0,68; 95% CI, 0,56 a 0,84; P<0,001; geral: 18,3 vs. 11,4 meses; razão de risco, 0,62; 95% CI, 0,51 a 0,75; P<0,001).

Eventos adversos ocorreram em 88,9% das pacientes que receberam lenvatinib mais pembrolizumab e em 72,7% dos que receberam quimioterapia. Os eventos adversos mais comuns foram: hipertensão, hipotireoidismo, diarreia e náusea. A maioria das pacientes manteve o tratamento, porém com dose reduzida.

Leia também: Associação entre endometriose e risco de menopausa natural precoce

Considerações

O lenvatinibe mais pembrolizumabe levou a uma sobrevida livre de progressão da doença e sobrevida global significativamente mais longa do que a quimioterapia entre pacientes com câncer de endométrio avançado. Mesmo com maior número de eventos adversos, essa combinação se mostrou mais eficaz e segura para o tratamento de câncer de endométrio avançado. 

Referências bibliográficas:

  • Makker V, Colombo N, Casado Herráez A, Santin AD, Colomba E, Miller DS, Fujiwara K, Pignata S, Baron-Hay S, Ray-Coquard I, Shapira-Frommer R, Ushijima K, Sakata J, Yonemori K, Kim YM, Guerra EM, Sanli UA, McCormack MM, Smith AD, Keefe S, Bird S, Dutta L, Orlowski RJ, Lorusso D; Study 309–KEYNOTE-775 Investigators. Lenvatinib plus Pembrolizumab for Advanced Endometrial Cancer. N Engl J Med. 2022 Feb 3;386(5):437-448. doi: 10.1056/NEJMoa2108330. Epub 2022 Jan 19. PMID: 35045221. 
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.