Página Principal > Infectologia > Medicamento para hepatite C protege células dos danos causados pelo vírus Zika
vírus na corrente sanguínea

Medicamento para hepatite C protege células dos danos causados pelo vírus Zika

O sofosbuvir, antiviral utilizado no tratamento da hepatite C, protege as células de danos causados pelo vírus Zika, indica uma nova pesquisa conduzida pela Fiocruz. Os autores acreditam que o medicamento tem potencial para se tornar uma opção no tratamento da doença.

O sofosbuvir é clinicamente aprovado para uso contra a hepatite C, tendo com alvo a enzima mais conservada entre os membros da família Flaviviridae – da qual o ZIKV também faz parte – , a RNA polimerase. A semelhança entre as doenças foi uma das razões que motivou o estudo.

Veja também: ‘Abordagem ao paciente com febre e mialgia’

O sofosbuvir inibiu a RNA polimerase do ZIKV, direcionando resíduos de aminoácidos conservados, em diferentes sistemas celulares, como células hepáticas (Huh-7), neuronais humanas (SH-Sy5y), uma linhagem de células de rim de hamster (BHK-21) e em organoides cerebrais (minicérebros cultivados a partir de células-tronco, que reproduzem os estágios iniciais da formação do cérebro). Essa proteção foi observada mesmo quando as células foram submetidas a altos títulos virais.

As melhores condutas médicas você encontra no Whitebook. Baixe o aplicativo #1 dos médicos brasileiros. Clique aqui!

Para além da inibição direta da RNA polimerase, observou-se também que o fármaco induziu um aumento nas mutações A-para-G no genoma viral.

Para os pesquisadores, mais investigações são necessárias antes dos ensaios com pacientes, mas os primeiros resultados indicam que o sofosbuvir tem potencial para reduzir os danos provocados pela infecção e se tornar uma opção no tratamento da doença, até que uma vacina seja desenvolvida.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.