Leia mais:
Leia mais:
O olho na Covid-19: partículas de SARS-CoV-2 na retina de pacientes infectados
Estudo analisa: Covid-19 gera alterações retinianas?
Retinógrafo portátil permite diagnosticar doenças oculares à distância
Covid-19: o SARS-CoV-2 pode ser encontrado na retina dos pacientes acometidos?
Achados retinianos são encontrados em pacientes com Covid-19

Nova classificação para complicações relacionadas a cirurgias de retina

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O descolamento de retina regmatogênico (DRR) é a emergência relacionada à retina mais comum e uma das principais indicações de cirurgias vitreorretinianas. Hoje em dia, estão disponíveis a vitrectomia via pars plana, a faixa escleral, a retinopexia pneumática e combinações entre elas. 

Leia também: O olho na Covid-19: partículas de SARS-CoV-2 na retina de pacientes infectados

Existe evidência de que os relatórios de complicações em estudos clínicos sobre as técnicas cirúrgicas não são consistentes e pecam em qualidade. Sistemas de classificação para gravidade das complicações cirúrgicas foram propostos e usados na cirurgia geral, neurocirurgia e urologia, mas não foram usados nos estudos clínicos randomizados oftalmológicos. 

Análise recente

Um estudo publicado na JAMA esse ano teve como objetivo atingir um consenso entre um grupo internacional de cirurgiões vitreoretinianos sobre escores de gravidade das complicações de cirurgias realizadas em descolamento de retina regmatogênico (DRR), gerando um sistema de classificação para quantificar e descrever a gravidade das complicações. 

Três autores fizeram uma lista preliminar de complicações usando um livro de complicações cirúrgicas. Foi realizada uma pesquisa para determinar a gravidade de cada complicação e foram convidados 70 cirurgiões de 17 países. As complicações foram divididas em gerais, comuns e específicas de cada procedimento. Cada categoria foi dividida em intraoperatória e pós-operatória. Os participantes deram notas de 1 a 10 ( 1= sem risco para o paciente ou para a visão; 10= pior consequência possível para o paciente ou para a visão como a perda permanente da visão ou o olho doloroso). 

Dos 70 cirurgiões convidados 45 responderam ao primeiro contato e 43 concordaram em participar. A maioria que completou a primeira etapa era da Europa (33%), do Reino Unido (23%) e dos EUA (23%). Um consenso foi atingido em 32 das 78 (41%) complicações no primeiro round. Os 46 restantes se transformaram em 55 itens de acordo com o feedback do primeiro round. No round 2, 52 dos 55 itens (95%) atingiram um consenso. A lista final há 87 complicações, 84 delas com consenso. 

Figura 1: Complicações gerais das cirurgias (vitrectomia pars plana, faixa escleral e retinopexia pneumática) – adaptado do artigo
Figura 2: Complicações da vitrectomia pars plana – adaptado do artigo
Figura 3: Complicações da faixa escleral – adaptado do artigo
Figura 4: Complicações de retinopexia pneumática – adaptado do artigo

Mensagem final

Os dados de gravidade das complicações são importantes para comparar riscos e benefícios das intervenções. Além disso a padronização melhora a qualidade do desenho dos estudos clínicos randomizados, ajudando os cirurgiões a selecionar melhor o procedimento para seus pacientes baseado não só na eficácia, mas também nos riscos. 

Ouça mais: Miopia: como o médico generalista pode ajudar? [podcast]

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Xu ZY, Azuara-Blanco A, Kadonosono K, et al. New Classification for the Reporting of Complications in Retinal Detachment Surgical Trials. JAMA Ophthalmol. 2021;139(8):857–864. doi:10.1001/jamaophthalmol.2021.1078
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar