O enfrentamento à pandemia continua e, com ela, a escassez de recursos - PEBMED

O enfrentamento à pandemia continua e, com ela, a escassez de recursos

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou o surto da COVID-19 como pandemia. Desde então, vivemos fases de aumento acentuado de casos, as “ondas”, seguida por períodos de menor incidência. Durante o pico das ondas, frequentemente situações de escassez de recursos são relatadas. 

Leia também: Doação de sangue e a pandemia de Covid-19

Com o prolongamento da pandemia no Brasil, saber lidar com a escassez de recursos virou componente fundamental no planejamento das redes de saúde. As situações demandam organização não só do ponto de vista de gestão, mas também para quem está à beira-leito, modificando estratégias medicamentosas conforme disponibilidade. A escassez de sedativos e bloqueadores neuromusculares foi marcante desde o primeiro momento da pandemia, tendo em vista um maior número de pacientes graves, sedados e bloqueados, por um período prolongado. Tal cenário não havia sido visto antes nessa proporção. 

O enfrentamento à pandemia continua e, com ela, a escassez de recursos

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Análise recente

Em artigo publicado em maio de 2021, na Intensive Care Medicine, Supady e colaboradores trouxeram 10 pontos a serem considerados na implementação de guidelines de racionamento de recursos durante períodos de pandemia. Vamos aos pontos:

  1. Identificação dos recursos em escassez;
  2. Todas as vias para obtenção dos recursos devem ter sido esgotadas, antes do racionamento começar;
  3. Importância da transparência e participação da sociedade;
  4. Papel de escores prognósticos e idade;
  5. Reponsabilidade da decisão de racionamento;
  6. Importância das preferências e metas do paciente;
  7. Levar em conta pacientes em situação de desvantagem social, pobreza e racismo estrutural;
  8. Priorização de grupos definidos de pessoas;
  9. Proteções legais;
  10. Impacto dos protocolos de triagem e racionamento nos médicos;

O Portal PEBMED e o WhiteBook têm conteúdos relacionados ao tema que te ajudarão nesse tipo de decisão.

Veja o Podcast com a Dra. Lara Kretzer, autora principal das recomendações brasileiras para alocação de recursos em esgotamento durante a pandemia, elaboradas por um esforço conjunto de várias sociedades médicas brasileiras, entre elas a AMIB e a ABRAMEDE. 

Veja também o resumo dessas recomendações em: Como lidar com a escassez de recursos durante a pandemia por Covid-19?

No WhiteBook, você pode conferir estratégias medicamentosas durante escassez de sedativos e bloqueadores neuromusculares, nos conteúdos abaixo:

  • Intubação na escassez de sedativo;
  • Sedação na escassez de medicamentos.

Vale a pena conferir!

Autor(a):

Referências bibliográficas:

  • Supady A, Brodie D, Curtis JR. Ten things to consider when implementing rationing guidelines during a pandemic. Intensive Care Med. 2021;47(5):605-608. doi: 10.1007/s00134-021-06374-6

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar