O impacto global da COVID-19 na epidemiologia de paradas cardiorrespiratórias

As paradas cardiorrespiratórias são muito fatais, tendo ainda um aumento na sua incidência por conta da Covid-19. Saiba mais.

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar esse conteúdo crie um perfil gratuito no AgendarConsulta.

As paradas cardiorrespiratórias (PCR) são uma das principais causas de morte a nível mundial. Com a pandemia da COVID-19, a estatística global da PCR foi modificada, com uma tendência de aumento na sua incidência, em relação aos anos anteriores. Tanto PCRs extra-hospitalares quanto intra-hospitalares apresentaram aumento de suas taxas, com piora dos desfechos. 

enfermeiro tratando as paradas cardiorrespiratórias do paciente

Cenário Extra-Hospitalar

Um estudo americano incluiu 19.303 pacientes adultos. Consistiu em estudo do tipo “antes e depois” que comparou o período de março a abril de 2020 (pós pandemia), em relação ao mesmo período em 2019 (pré-pandemia). Foi evidenciado um aumento na taxa de PCRs extra-hospitalares, média de 88,5 vs. 69,7 residentes por milhão, quando comparamos 2020 com 2019. A taxa de retorno à circulação espontânea (RCE) e de sobrevida foi significativamente menor durante a pandemia (23 vs. 29.8% e 6.6 vs. 9,8%, respectivamente). (1)

Além desse estudo, revisão sistemática recente realizada com dez estudos, incluindo 35.379 PCRs extra-hospitalares, confirmou o mesmo achado do estudo anterior (3). Ambos os estudos evidenciaram que durante a pandemia, houve um maior número das PCRs por ritmos não-chocáveis, assim como das paradas cardiorrespiratórias que ocorreram em casa, dois fatores associados à piores desfechos. 

Outra causa potencial para o cenário acima pode estar relacionada a uma maior restrição ou atraso no acesso a cuidados de emergência. A maioria dos estudos da revisão sistemática citada anteriormente documentou maiores períodos de resposta do Serviço Médico de emergência americano, o que pode ter refletido uma maior carga de trabalho do período. 

Além disso, hospitalizações por Síndrome Coronariana Aguda reduziram durante os picos da pandemia na Europa e nos Estados Unidos (2), provavelmente pelo receio dos pacientes em procurar auxílio hospitalar e contrair a COVID-19. Isso pode ter resultado em aumento da gravidade dos episódios de Síndrome Coronariana Aguda e insuficiência cardíaca. 

Cenário Intra-Hospitalar

Assim como no cenário extra-hospitalar, as paradas cardiorrespiratórias intra-hospitalares (PCRIH) também aumentaram e estiveram associadas à pior prognóstico. Estudo realizado em Nova Iorque, durante o primeiro pico da pandemia, evidenciou 125 PCRIHs (79% COVID-19 positivo) em 2,5 meses (Março a Maio de 2020). Tal valor foi maior que o número de PCRIHs durante todo o ano anterior (117 episódios), um aumento de quase cinco vezes (3). 

A taxa de sobrevida hospitalar foi menor em 2020, com 3% (4 episódios), quando comparado com 2019, com uma taxa de 13% (p = 0,007). Além disso, no ano de 2020, um maior número de PCRIHs ocorreu em enfermarias do que em UTIs (46% vs. 33%). Sendo diferente do ano anterior, no qual o local principal desses episódios foi a UTI (19% vs 60%). Os autores do estudo levantaram o ponto da escassez de leitos de UTI, levando a um maior número de internações em enfermaria. 

Leia também: Epinefrina na parada cardiorrespiratória: seu uso e controvérsias

Mensagens Práticas

  •  A pandemia modificou a epidemiologia das paradas cardiorrespiratórias extra-hospitalares, uma vez que o acesso a serviços de emergências tornou-se limitado, principalmente no caso de outras condições ameaçadoras à vida. Além disso, criou-se um receio por parte de pacientes na procura por serviços de emergência por conta do medo de contrair a COVID-19;
  •  Durante a pandemia, vários hospitais atuaram e ainda atuam além da sua capacidade, o que torna cada vez mais desafiador o reconhecimento precoce e a assistência imediata a casos de PCR.
  • Tanto as PCRs extra-hospitalares quanto intra-hospitalares sofreram aumento em seus índices, o que reflete a maior mortalidade imposta pela COVID-19 assim como as alterações provocadas nos sistemas de saúde (sobrecarga das redes).  

 

Referências bibliográficas: 

  • Chan PS, et al. Outcomes for Out-of-Hospital Cardiac Arrest in the United States During the Coronavirus Disease 2019 Pandemic. JAMA Cardiol. 2021;6(3):296–303. doi: 10.1001/jamacardio.2020.6210
  • Lim ZJ, et al. Incidence and outcome of out-of-hospital cardiac arrests in the COVID-19 era: A systematic review and meta-analysis. Resuscitation vol. 157 (2020): 248-258. doi: 10.1016/j.resuscitation.2020.10.025
  • Miles JA, et al. “Characteristics and Outcomes of In-Hospital Cardiac Arrest Events During the COVID-19 Pandemic: A Single-Center Experience From a New York City Public Hospital.” Circulation. Cardiovascular quality and outcomes vol. 13,11 (2020): e007303. doi: 10.1161/CIRCOUTCOMES.120.007303
  • Sandroni C, et al. The impact of COVID-19 on the epidemiology, outcome and management of cardiac arrest [published online ahead of print, 2021 Feb 24]. Intensive Care Med. 2021;1-3. doi:10.1007/s00134-021-06369-3

 

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastre-se grátis Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo

Selecione o motivo:
Errado
Incompleto
Desatualizado
Confuso
Outros

Sucesso!

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Avaliar artigo

Dê sua nota para esse conteúdo.

Você avaliou esse artigo

Sua avaliação foi registrada com sucesso.

Baixe e-books, e outros materiais para aprimorar sua prática médica e gestão Baixe e-books, e outros materiais
para aprimorar sua prática
médica e gestão