Leia mais:
Leia mais:
A associação covid-19 e diabetes mellitus gestacional aumenta o risco de desfechos desfavoráveis
Identificada em São Paulo subvariante inédita da covid-19
ATS 2022: Diretrizes para pesquisa de agentes virais não influenza em PAC
Doação de leite humano é impactada negativamente pela Covid-19, segundo estudo
Hepatite: Existe risco pós-vacina contra covid-19?

O impacto na saúde mental dos familiares de pacientes com covid-19 grave

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

O processo da doença grave tem impacto nos sobreviventes e também em seus familiares. Tal repercussão é conhecida como Síndrome Pós-Cuidados Intensivos Familiar (PICS-F). O impacto no longo prazo pode resultar em menor qualidade de vida dos familiares de sobreviventes da covid-19 grave.  

As novas incapacidades e sintomas persistentes manifestados em sobreviventes da covid-19 já foram descritas na literatura e analisadas aqui no Portal. A síndrome pós- covid ou long covid pode envolver impacto na saúde mental, capacidade funcional e retorno ao trabalho dos sobreviventes. No entanto, ainda é desconhecido o impacto na saúde mental a longo prazo dos familiares de pacientes covid -19 grave que foram internados em UTI. 

covid-19 grave

Sobre o estudo 

Foi publicado na Intensive Care Medicine, em fevereiro de 2022, o artigo Mental health symptoms in family members of COVID-19 ICU survivors 3 and 12 months after ICU admission: a multicentre prospective cohort study. O objetivo do estudo foi aferir a prevalência de sintomas relacionados à saúde mental e qualidade de vida de familiares de sobreviventes à covid-19 que foram admitidos em UTI. A análise envolveu os períodos de três e doze meses após admissão na UTI. Além disso, objetivou explorar fatores de risco associados ao impacto na saúde mental dessa população.  

Trata-se de estudo de coorte prospectivo que envolveu UTIs de dez hospitais na Holanda. Foram incluídos para recrutamento dos familiares, 254 pacientes sobreviventes à covid-19 grave que foram internados em UTI. Tais pacientes foram admitidos na UTI durante a primeira onda de casos na Holanda, representada pelo período de março de 2020 a julho de 2020.  

Os pacientes foram incluídos no estudo após alta da UTI. Assim que a inclusão acontecesse, logo após a alta, o membro mais próximo da família era abordado para inclusão no estudo, após consentimento. Três questionários foram entregues aos familiares em três momentos diferentes: 

  • Questionário 0 (baseline) – sobre a qualidade de vida percebida antes da admissão do paciente na UTI. Respondido logo após a inclusão.  
  • Questionário 1 – aplicado três meses após a admissão do paciente na UTI;
  • Questionário 2 – aplicado doze meses após a admissão do paciente na UTI. 

Os desfechos pesquisados foram sintomas relacionados à depressão, ansiedade e transtorno de estresse pós-traumático (PTSD). Para os sintomas relacionados à ansiedade e depressão, foi utilizada a escala HADS (Hospital Anxiety and Depression Scale). Para aferir o transtorno de estresse pós-traumático, foi utilizada a escala Impact of Event-Revised (IES-R). Além disso, qualidade de vida foi aferida utilizando o SF-12 (Short Form Health Survey), PCS (Physical Component Summary) e MCS (Mental Component Summary).  

Saiba mais: O impacto da Covid-19 grave em novas incapacidades e retorno ao trabalho

Resultados 

Um total de 197 familiares consentiram em participar do estudo. 166 familiares completaram o questionário do baseline e de doze meses do follow-up. Desses 166 familiares, apenas 153 completaram o questionário de três meses. A média de idade dos familiares foi de 57,8 anos. Cerca de 55% dos familiares relataram ter apresentado sintomas da covid-19. 

Vamos avaliar agora os principais resultados relacionados à saúde mental dos familiares: 

  • A prevalência dos sintomas de ansiedade e depressão foi significativamente maior no follow-up de doze meses quando comparado ao baseline. No entanto, o pico aconteceu na avaliação de três meses.

– Ansiedade: antes da admissão na UTI (17%), em três meses (31,6%) e doze meses (29%); 

– Depressão: antes da admissão na UTI (15,8%), em três meses (28,3%) e doze meses (22,8%); 

  • Em relação ao Transtorno de Estresse Pós-Traumático (PTSD), em três meses a prevalência foi de 29,6% e em doze meses de 20,2%; 
  • Comparada à baseline, os familiares apresentaram maior número de sintomas relacionados à saúde mental, de forma significativa, em três e doze meses: Mental Composite Score positivo em 22,4% vs. 46,1% (p<0,001) e 22,4% vs. 38,3% (p<0,001), respectivamente. 

Em relação ao retorno ao trabalho, um total de 104 familiares trabalhavam antes da admissão dos sobreviventes à UTI. Doze meses após a admissão na UTI, 29 familiares relataram problemas relacionados ao trabalho.  

Fatores de risco associados ao impacto na saúde mental 

Após análise multivariada, a presença de ansiedade e depressão, antes da admissão na UTI, foram fatores de risco associados de forma significativa com o desenvolvimento de sintomas relacionados à saúde mental pelos familiares, doze meses após admissão na UTI (p=0,002).  

Conclusões dos autores 

Até a publicação do presente estudo, não há na literatura outros estudos evidenciando desfechos em doze meses da saúde mental de familiares de pacientes sobreviventes à covid-19 grave. 

A doença grave pela covid-19 impõe não somente sintomas a longo prazo para os pacientes sobreviventes, mas também para seus familiares. Após três e doze meses da admissão na UTI, a prevalência de sintomas relacionados à saúde mental em familiares de sobreviventes à covid-19 grave (internados em UTI) é significativamente maior quando comparado ao estado pré-UTI. Além disso, os familiares apresentaram redução na qualidade de vida e dificuldade no retorno ao trabalho.  

Mensagens práticas 

  • A síndrome pós-covid ou long covid apresenta um espectro variado de manifestações clínicas em pacientes sobreviventes à covid-19 grave. Maior número e variedade de sintomas têm sido documentada nos pacientes pós-doença grave; 
  • O estudo em questão aponta que os familiares também sofrem impacto da doença grave que acomete o membro da família; 
  • Chama atenção a maior prevalência de sintomas mentais nos familiares (ansiedade e depressão), com pico em três meses.  
  • Em vários centros, houve restrição de visitas ou comunicação reduzida com os familiares por questões sanitárias relacionadas à pandemia.  
  • Os achados acima podem ajudar a direcionar estratégias aos familiares (ex: melhora da comunicação, humanização do cuidado, flexibilização de visitas) no sentido de mitigar o impacto na saúde mental e devem ser de conhecimento das equipes e instituições. 

  

 

Referências bibliográficas: 

  • Heesakkers, H., van der Hoeven, J.G., Corsten, S. et al. Mental health symptoms in family members of COVID-19 ICU survivors 3 and 12 months after ICU admission: a multicentre prospective cohort study. Intensive Care Med (2022). https://doi.org/10.1007/s00134-021-06615-8 
Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.