Ozônio não é considerado eficaz contra Covid-19 - PEBMED

Ozônio não é considerado eficaz contra Covid-19

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Durante a pandemia de Covid-19, vimos muitos equipamentos, medicamentos e produtos serem considerados como opções contra a infecção. O ozônio estava entre eles, porém, esta semana, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concluiu que não há evidências sobre a eficácia do gás ozônio contra o novo coronavírus.

Leia também: Novo teste rápido de Covid-19 em saliva é lançado no Brasil

imagem digital do coronavírus que não se combate com ozônio

Tome as melhores decisões clinicas, atualize-se. Cadastre-se e acesse gratuitamente conteúdo de medicina escrito e revisado por especialistas

Sobre o ozônio

O ozônio é um oxidante forte. Segundo a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), os mecanismos de desinfecção incluem: oxidação e destruição direta da parede celular; reações com subprodutos radicais da decomposição de ozônio; danos aos constituintes dos ácidos nucleicos.

Nota técnica da Anvisa

Em nota técnica publicada, foram compartilhadas informações sobre o uso de ozônio como desinfetante. Nesta, uma revisão de estudos concluiu que não foram apresentadas evidências científicas relacionadas à eficácia desinfetante do ozônio contra o SARS-CoV-2.

Além disso, o documento ressaltou que o uso do ozônio tem potencial para causar danos em humanos (lesões na pele, nas vias respiratórias e nos olhos, e por reações alérgicas).

Atualmente, não há produto aprovado pela Anvisa, Food and Drugs Admnistration (FDA) ou Center for Disease Control and Prevention (CDC) para “desinfecção de pessoas”, na modalidade de túneis ou câmaras contra o SARS-CoV-2.

Veja mais: Vitamina D e Covid-19: quais as novas evidências?

Autora:

Referência biblográfica:

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Seu conteúdo tem o objetivo de informar panoramas recentes da medicina, devendo ser interpretado por profissionais capacitados.

Para diagnósticos e esclarecimentos, busque orientação profissional. Você pode agendar uma consulta aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar