Qual a relação entre o impacto do tipo CAM e a anteversão femoral?

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

A alteração da morfologia femoral caracterizando o tipo CAM pode ser uma causa de artrose do quadril associada ao impacto femoroacetabular (IFA). O grau de versão femoral pode também estar associada ao IFA. A redução da anteversão femoral pode resultar em impacto entre o colo do fêmur e o acetábulo mesmo na ausência da morfologia do tipo CAM e o aumento da anteversão apresenta efeito inverso.

anteversão femoral

Estudo

Um estudo recente publicado em março de 2022 na revista científica “Arthroscopy” avaliou a relação entre a versão femoral e o ângulo α em um grande número de cadáveres. A coleção osteológica da Universidade de Iowa-Stanford foi utilizada para avaliar os objetivos da pesquisa.

Para medir os parâmetros foram tiradas fotografias axiais da região proximal dos fêmures, referenciadas pelo eixo condilar posterior. As medidas foram obtidas utilizando um software de imagem, e a relação entre o ângulo α e o grau de versão femoral foi avaliada com análise de variância de medidas repetidas utilizando modelos lineares generalizados.

O ângulo α é formado por uma linha traçada a partir do centro do colo do fêmur direcionada ao centro da cabeça femoral e uma segunda linha traçada do centro da cabeça femoral até o ponto na face anterior da junção cabeça-colo onde o contorno do fêmur diverge do contorno esférico da cabeça. Foi considerado como diagnóstico de morfologia tipo CAM a presença de um ângulo superior a 60.

Um total de 1.321 fêmures cadavéricos (666 esquerdos e 655 direitos) em 721 cadáveres foram examinados. O ângulo α médio para todos os fêmures foi de 47,8, e o versão femoral média para todos os fêmures foi de 8,53. No geral, 191 fêmures (14,5%) apresentaram morfologia CAM. Dos 721 cadáveres, 600 tinham ambos os fêmures disponíveis para comparação. A média de versão femoral dos fêmures com morfologia CAM foi significativamente maior do que a dos fêmures sem morfologia CAM (11,70 vs. 7,99, P < 0,001). A análise de regressão linear demonstrou que o aumento do ângulo α foi significativamente correlacionado com o aumento da versão femoral (P < 0,0001).

Leia também: Fraturas de colo do fêmur podem ser tratadas com parafusos canulados mesmo em idosos?

Considerações

A análise efetuada sugere que possa existir uma relação positiva significativa entre o ângulo α e o aumento da versão femoral. Este dado se torna relevante pois indica que a morfologia do impacto femoroacetabular é mais complexa do que aparenta. A morfologia femoral do tipo CAM com alta anteversão femoral pode permitir a mecânica do quadril normal ou quase normal sem impacto, e isso pode explicar parcialmente as altas taxas de impacto femoroacetabular tipo CAM assintomáticas em populações ativas em geral.

Autor(a):

Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades
# Schaver AL, Oshodi A, Glass NA, Duchman KR, Willey MC, Westermann RW. Cam Morphology Is Associated With Increased Femoral Version: Findings From a Collection of 1,321 Cadaveric Femurs. Arthroscopy. 2022 Mar. doi: https://doi.org/10.1016/j.arthro.2021.07.032
Referências bibliográficas:

    O Portal PEBMED é destinado para médicos e demais profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

    Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.