Página Principal > Ginecologia e Obstetrícia > Saiba quais são os benefícios da atividade física para as gestantes
atividade física

Saiba quais são os benefícios da atividade física para as gestantes

Tempo de leitura: 4 minutos.

A atividade física regular promove importantes benefícios à saúde, inclusive melhorias na saúde mental e no condicionamento físico, assim como redução do risco de doenças crônicas e de mortalidade. Essa informação não é novidade no meio médico e já tem sido amplamente propagada pelos principais órgãos e entidades de saúde, como a American Heart Association, (AHA) a American Academy of Family Physician e a Organização Mundial da Saúde (OMS), por exemplo.

Para estender esse conhecimento a uma população especial, um grupo de estudos canadense formado pela Society of Obstetricians and Gynaecologists of Canada e o College of Family Physicians of Canada, juntamente com a Canadian Society for Exercise Physiology, criou o mais recente guideline para Atividade Física durante a Gestação (Canadian Guideline for Physical Activity throughout Pregnancy).

Sabendo que menos de 15% das gestantes praticam 150 minutos semanais de atividade física moderada e que nas últimas três décadas houve aumento nas taxas de complicações gestacionais (como diabetes, hipertensão, pré-eclâmpsia e macrossomia), muito provavelmente relacionadas à obesidade, o objetivo desse estudo foi estabelecer recomendações baseadas em evidências acerca da atividade física durante a gestação, utilizando-a como uma ferramenta preventiva e terapêutica para reduzir essas complicações e aperfeiçoar a saúde materno-fetal.

O estudo identificou redução nos riscos de diabetes gestacional, pré-eclâmpsia, hipertensão gestacional, depressão pré-natal e macrossomia; além de não ter sido evidenciado aumento de risco para parto prematuro, baixo peso ao nascer, aborto e mortalidade perinatal, identificou-se, ainda, que quanto maior a realização de atividades físicas (volume, freqüência e duração) ao longo da semana, maiores são os benefícios, assim como constatou-se uma relação direta com a intensidade do exercício.

Leia mais: Fibromialgia: quais benefícios de exercícios físicos no controle da dor?

Salvo gestantes com contraindicações, as quais serão descritas mais adiante, todas as grávidas devem ter um programa de atividade física regular, sendo essa a primeira recomendação do guideline. Logo, mesmo mulheres grávidas previamente sedentárias, com ou sem sobrepeso, obesas ou não, devem ser ativas fisicamente.

As demais recomendações são as seguintes:

  • Praticar pelo menos 150 minutos de atividade física de intensidade moderada por semana;
  • Atividade física deve ser distribuída em pelo menos três dias da semana, preferindo, sempre que possível, a prática diária;
  • Variar entre exercícios aeróbicos e resistidos (i.e. musculação, pilates). Alongamentos e ioga contribuem;
  • Treinamento dos músculos do assoalho pélvico (exercícios de Kegel) reduzem riscos de incontinência urinária (50% pré-natal e 35% pós-natal);
  • Em caso de mal-estar, náuseas ou tonturas durante o exercício em decúbito dorsal, deve-se adaptar o treino para evitar tal posição.

Entretanto, como dito anteriormente, há exceções. As mulheres que têm contraindicações absolutas devem manter suas atividades do dia a dia e não realizar atividades/exercícios extenuantes. Por outro lado, aquelas com contraindicações relativas devem ser acompanhadas de perto por obstetra e discutir com o médico as vantagens e desvantagens da atividade física moderada.

Tabela 1 – Contraindicações absolutas e relativas para a atividade física na gestação

Contraindicações absolutas

Contraindicações relativas

Ruptura de membranas, trabalho de parto prematuro

Abortos de repetição

Sangramento vaginal persistente inexplicado

Parto prematuro espontâneo

Placenta prévia após 28 semanas

Hipertensão gestacional

Pré-eclâmpsia

Anemia sintomática

Incompetência do colo uterino

Desnutrição

Crescimento intrauterino restrito

Desordem alimentar

Gestação múltipla (trigêmeos ou mais)

Gestação dupla após 28 semanas

Doenças crônicas prévias não controladas (diabetes tipo 1, hipertensão, doença da tireoide)

Doença cardiovascular ou respiratória leve a moderada

Outras condições cardiovasculares, respiratórias ou sistêmicas

Outras condições médicas

Considerações de segurança devem ser tomadas. Atenção a atividades com riscos de quedas e impactos (bicicleta, por exemplo), as quais podem causar danos ao feto. É importante estar sempre bem hidratada e evitar atividades em temperaturas elevadas. Sugere-se, ainda, anteceder a atividade física com aquecimento e, em seguida, fazer um período de resfriamento.

É importante ressaltar que para vários dos desfechos avaliados no estudo, atividades de menor intensidade também trouxeram benefícios. Portanto, as gestantes devem ser encorajadas a serem fisicamente ativas, mesmo que não consigam cumprir as recomendações deste guideline. Para aquelas que não têm condições financeiras, ou que não têm o hábito da atividade física, iniciar e progredir gradualmente com uma simples caminhada já pode ter benefícios.

E, finalmente, um estilo de vida adequado, que inclua bons hábitos nutricionais e bom sono, assim como abster-se do cigarro e bebida alcoólica, além dos benefícios já citados da atividade física regular, são medidas que contribuem para uma gravidez saudável.

PS.: – E na prática, como identificar, de maneira simples, uma intensidade moderada? Usa-se o “teste-da-fala”: a gestante deve conseguir manter uma conversa sem que precise parar para tomar fôlego. Caso isso ocorra, deve-se diminuir a intensidade do exercício.

É médico e também quer ser colunista do Portal da PEBMED? Inscreva-se aqui!

Autor:

Renato Bordignon

Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) ⦁ Pós-graduação em Medicina do Esporte e do Exercício pelo Instituto HZM ⦁ Médico da Prefeitura Municipal de Blumenau ⦁ Médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192/SC.

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.



Esse site utiliza cookies. Para saber mais sobre como usamos cookies, consulte nossa política.