Tag: morte encefálica

O que é morte encefálica?

A morte encefálica equivale a morte. O paciente apresenta perda irreversível de todas as funções encefálicas, incluindo tronco encefálico.

Como realizar o protocolo de morte encefálica e a manutenção do potencial doador de órgãos – Parte II

Segunda parte do artigo “Como realizar o protocolo de morte encefálica e a manutenção do potencial doador de órgãos.”

Como realizar o protocolo de morte encefálica e a manutenção do potencial doador de órgãos – Parte I: O diagnóstico

O CFM divulgou em dezembro do ano passado uma atualização dos critérios usados para o diagnóstico de morte encefálica no Brasil.

CHEST 2021: Diferenças entre os critérios de morte encefálica no Brasil e Estados Unidos

Uma das aulas do congresso da CHEST 2021 revisou os critérios e polêmicas acerca da determinação da morte encefálica nos EUA. Saiba mais.

Morte encefálica na Covid-19 pediátrica: Devemos manter protocolos habituais?

Nota técnica com revisão de protocolos na morte encefálica pediátrica na pandemia é publicada na Pediatric Critical Care Medicine. Saiba mais.

Morte encefálica: como manejar potenciais doadores de órgãos?

A morte encefálica (ME) é um evento comum nos hospitais, especialmente os de grande porte que servem de referência para grandes regiões.

Dia Nacional de Doação de Órgãos: entenda sobre a doação e o transplante

O mês de setembro foi escolhido como o mês em que a campanha pela doação de órgãos é ainda mais intensificada no Brasil.

Quiz: o protocolo de morte encefálica pode ser iniciado?

Paciente adolescente, com traumatismo cranioencefálico, escore de coma de Glasgow e sem reação pupilar bilateral. Responda o Quiz PEBMED sobre o caso.

O que mudou com as novas diretrizes no diagnóstico de morte encefálica no Brasil?

O CFM divulgou em dezembro do ano passado uma atualização dos critérios usados para o diagnóstico de morte encefálica no Brasil. Veja o que mudou:

A morte com pulso: aspectos emocionais da família no protocolo de morte encefálica

Datadas em 1959, na França, as primeiras descrições sobre morte encefálica (ME) foram apresentadas por neurocirurgiões franceses, pelo termo “morte do sistema nervoso central”, que indicava situação de coma apneico persistente, ausência de reflexos associados ao tronco encefálico e de atividade elétrica cerebral.