Página Principal > Ginecologia e Obstetrícia > Terapia hormonal: veja os keypoints da nova diretriz
médica em consulta com paciente

Terapia hormonal: veja os keypoints da nova diretriz

Tempo de leitura: 1 minutos.

A reposição hormonal é o tratamento mais eficaz para os sintomas vasomotores e a síndrome genito-urinaria da menopausa, além de prevenir a perda óssea e fratura. Recentemente, a North American Menopause Society atualizou suas diretrizes sobre os riscos e benefícios dessa terapia.

Os principais pontos são:

1) Os benefícios sintomáticos da reposição hormonal são mais susceptíveis de superar os riscos quando iniciados aos 60 anos ou menos, ou dentro de 10 anos do início da menopausa.

2) Para alívio os sintomas genito-urinários, a terapia com estrogênio vaginal de baixa dose é uma opção melhor que a terapia sistêmica.

3) Médicos devem discutir com o paciente os riscos de doenças cardíacas e mortalidade por todas as causas, que geralmente são maiores se a terapia hormonal for iniciada mais de 10 anos após o início da menopausa ou após os 60 anos de idade.

4) Não há dados para apoiar a descontinuação de rotina em mulheres com 65 anos.

Clique aqui para ver todas as recomendações.

Referências: