Leia mais:
Leia mais:
Fraturas traumáticas também estão relacionadas à osteoporose?
Osteoporose: os guidelines para tratamento
Corticosteroides orais em crianças associado a sangramento gastrointestinal, sepse e pneumonia
Corticosteroides tópicos potentes podem aumentar o risco de fraturas osteoporóticas
ENDO 2021: como tratar osteoporose durante a pandemia de Covid-19?

Hormonioterapia na insuficiência ovariana: nova diretriz indica melhor conduta

Sua avaliação é fundamental para que a gente continue melhorando o Portal Pebmed

Quer acessar esse e outros conteúdos na íntegra?

Cadastrar Grátis

Faça seu login ou cadastre-se gratuitamente para ter acesso ilimitado a todos os artigos, casos clínicos e ferramentas do Portal PEBMED

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Tempo de leitura: [rt_reading_time] minutos.

Em mulheres com insuficiência ovariana, a terapia hormonal é uma abordagem eficaz para tratar os sintomas de hipoestrogenismo e mitigar os riscos a longo prazo para a saúde. Para ajudar os médicos no manejo dessa condição, a American College of Obstetricians and Gynecologists publicou novas diretrizes.

As recomendações são:

  • A insuficiência ovariana primária não deve ser considerada um acelerador da menopausa natural.
  • Embora pacientes com essa condição patológica compartilhem riscos comuns de saúde com mulheres naturalmente menopáusicas, o manejo para a manutenção da saúde deve ser diferente.
  • Em mulheres com insuficiência ovariana, a hormonioterapia é uma abordagem eficaz para tratar os sintomas de hipoestrogenismo e mitigar os riscos a longo prazo para a saúde se não houver contra-indicações para o tratamento.
  • A terapia hormonal é indicada para reduzir o risco de osteoporose, doença cardiovascular e atrofia urogenital, e melhorar a qualidade de vida das pacientes.
  • Em contraste com o tratamento da osteopenia pós-menopausa ou osteoporose, que se concentra nos bisfosfonatos como terapia de primeira linha, a baixa massa óssea em mulheres com insuficiência ovariana primária é mais bem administrada com hormonioterapia.
  • Pacientes podem sofrer afrontamentos, sudorese noturna, secura vaginal, dispareunia e sono desordenado; alguns sintomas podem se desenvolver antes da irregularidade do ciclo. Estes sintomas rotineiramente respondem bem à terapia hormonal.
  • Como terapia de primeira linha, é recomendada a hormonioterapia (oralmente ou por via transdérmica) que atinge níveis de substituição de estrogênio. Contudo, o exame de estradiol não é recomendado para monitorar os efeitos do tratamento.
  • Os contraceptivos hormonais combinados impedem a ovulação e a gravidez de forma mais confiável do que a hormonioterapia; esta é uma consideração crítica para os pacientes que considerarem a prevenção da gravidez uma prioridade.
  • Para mulheres que preferirem a reposição não-contraceptiva de estrogênio e desejarem uma contracepção altamente eficaz, a inserção de um dispositivo intrauterino com levonorgestrel é preferível à terapia com progestina oral.
  • O tratamento para todas as mulheres com insuficiência ovariana primária deve continuar até que a idade média da menopausa natural seja atingida (idade 50-51 anos).

Leia o novo guideline completo nesse link.

Referências:

  • Hormone therapy in primary ovarian insufficiency. Committee Opinion No. 698. American College of Obstetricians and Gynecologists. Obstet Gynecol 2017;129:e134–41.
Cadastre-se ou faça login para acessar esse e outros conteúdos na íntegra
Cadastrar Fazer login
Veja mais beneficios de ser usuário do Portal PEBMED: Veja mais beneficios de ser usuário
do Portal PEBMED:
7 dias grátis com o Whitebook Aplicativo feito para você, médico, desenhado para trazer segurança e objetividade à sua decisão clínica.
Acesso gratuito ao Nursebook Acesse informações fundamentais para o seu dia a dia como anamnese, semiologia.
Acesso gratuito Fórum Espaço destinado à troca de experiências e comentários construtivos a respeito de temas relacionados à Medicina e à Saúde.
Acesso ilimitado Tenha acesso a noticias, estudos, atualizacoes e mais conteúdos escritos e revisados por especialistas
Teste seus conhecimentos Responda nossos quizes e estude de forma simples e divertida
Conteúdos personalizados Receba por email estudos, atualizações, novas condutas e outros conteúdos segmentados por especialidades

O Portal PEBMED é destinado para médicos e profissionais de saúde. Nossos conteúdos informam panoramas recentes da medicina.

Caso tenha interesse em divulgar seu currículo na internet, se conectar com pacientes e aumentar seus diferenciais, crie um perfil gratuito no AgendarConsulta, o site parceiro da PEBMED.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Entrar | Cadastrar