Página Principal > Neurologia > Tratamento da apneia do sono pode reduzir convulsões em pacientes com epilepsia
paciente usando cpap para dormir

Tratamento da apneia do sono pode reduzir convulsões em pacientes com epilepsia

Tempo de leitura: 2 minuto.

Na encontro da American Epilepsy Society, que aconteceu no começo de dezembro, médicos apresentaram um estudo indicando que tratar a síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) pode reduzir convulsões em pacientes com epilepsia.

Para chegar nessa conclusão, pesquisadores analisaram os registros de 197 pacientes com epilepsia da Cleveland Clinic, de 1997 a 2015, que tinham realizado uma polissonografia devido a queixas sobre a qualidade do sono. Um total de 122 tinham SAOS. Destes, 73 usaram CPAP.

No baseline, aqueles sem SAOS eram majoritariamente mulheres, mais jovens e tinham um IMC mais baixo do que aqueles que usaram CPAP e aqueles que não tinham SAOS.

Uma maior proporção de pacientes com epilepsia e SAOS que usaram CPAP relatou uma redução de, pelo menos, 50% nas convulsões em 1 ano, em comparação com aqueles que não foram tratados (63% versus 14%) e com aqueles que não apresentaram SAOS (63% versus 44%).

Além disso, mais pacientes com epilepsia e SAOS tratados com CPAP (85%) alcançaram “sucesso no tratamento”, definido como nenhuma atividade de convulsão a partir do baseline, ou pelo menos, uma redução de 50%, em comparação com aqueles que não foram tratados (55%) e com aqueles que não apresentaram SAOS (65%).

Os autores não observaram diferenças significativas entre os grupos aos 3 ou 5 anos, mas eles acreditam que esses achados já mostram uma tendência a favor do tratamento com CPAP.

Veja também: ‘Apneia obstrutiva do sono – 5 pontos da nova diretriz que você deve saber’

*Esse artigo foi revisado pela equipe médica da PEBMED

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.